Piauí

Deputados aprovam Genival Sales para a presidência da Agespisa

Após os questionamentos foi realizada a votação sobre as indicações do governador e foram 24 votos favoráveis, dois contra, três em branco e um nulo.

BÁRBARA RODRIGUES
DE TERESINA
28/02/2018 20h38 - atualizado 20h40

Nessa quarta-feira (28) foi realizada na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) uma sabatina que aprovou o vereador Genival Brito de Carvalho, mais conhecido como Genival Sales, como o novo presidente da Agespisa, e para a Agência Reguladora dos Serviços Delegados do Piauí (Agrespi), Emanoel Bonfim Filho como diretor-geral, José Noronha como diretor técnico e William Trindade como diretor do conselho deliberativo.

O governador Wellington Dias (PT) encaminhou o projeto legislativo indicando os nomes. Eles tiveram que passar por uma sabatina e responderam as perguntas dos parlamentares, que foram principalmente sobre a dívida da Agespisa e quais as ações que ele pretendem implementar.

  • Foto: Assembleia Legislativa do PiauíGenival Sales, novo presidente da Agespisa passa por sabatinaGenival Sales, novo presidente da Agespisa passa por sabatina

Após os questionamentos foi realizada a votação sobre as indicações do governador e foram 24 votos favoráveis, dois contra, três em branco e um nulo. Na sessão os deputados da oposição reclamaram da criação de mais cargos com o funcionamento da Agrespi, apesar disso, a maioria dos parlamentares defenderam ações para a melhorias áreas de saneamento básico, energias renováveis, gás natural, transporte e infraestrutura.

Genival Sales tem 53 anos é servidor público de carreira e trabalha há 30 anos na Agespisa. Ele foi reeleito vereador de Piripiri em 2016 e se licenciou do cargo para assumir a presidência do órgão ainda em dezembro de 2017, de forma interina, até que seu nome fosse aprovado na Alepi.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Emanuel do Bonfim Veloso Filho Emanuel do Bonfim Veloso Filho

Emanuel Bonfim ficou seis meses na presidência da Agespisa e saiu em dezembro do ano passado para poder assumir a Agrespi. Já José Noronha é formado em engenharia civil, com mestrado na área de Recursos Hídricos e Saneamento, e foi prefeito de Monsenhor Gil de 2005 a 2012.