Economia e Negócios

Desemprego fica em 12% e atinge 12,6 milhões de brasileiros

É a menor taxa do ano, mas a maior para novembro de toda a série histórica.

Nayrana Meireles
Teresina
29/12/2017 10h50 - atualizado 10h52

Segundo dados da Pnad Contínua, divulgados nesta sexta-feira (29), pelo Instituto Brasielro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego ficou em 12% no trimestre encerrado em novembro. Esta é a menor taxa do ano, mas a maior para o período de novembro de toda a série histórica, iniciada em 2012. No período, o Brasil tinha 12,6 milhões de desempregados.

De acordo com informações do G1, em relação ao trimestre anterior, de junho a agosto, a taxa de desocupação recuou 0,6 ponto percentual. Na comparação com o mesmo trimestre de 2016, quando a taxa ficou em 11,9%, houve estabilidade.

  • Foto: DivulgaçãoCarteira de trabalhoCarteira de trabalho

A população desocupada, de 12,6 milhões, caiu 4,1%, ou seja, menos 543 mil pessoas em relação ao trimestre anterior, terminado em agosto, quando a desocupação foi estimada em 13,1 milhões de pessoas. Em relação ao mesmo trimestre de 2016, quando havia 12,1 milhões de desocupados, a alta foi de 3,6%, mais 439 mil pessoas.

Já a população ocupada, que era de 91,9 milhões, cresceu 1% em relação ao trimestre anterior, ou seja, mais 887 mil pessoas. Segundo o IBGE, é o maior contingente de ocupados desde dezembro de 2015. Em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, quando haviam 90,2 milhões de pessoas ocupadas, o crescimento foi de 1,9%, para mais 1,7 milhão de pessoas.

Mais conteúdo sobre: