Teresina - PI

Diabéticos denunciam falta de insulina na Farmácia do Povo em Teresina

O jovem Mário Oliveira, de 15 anos, devido a falta da medicação o jovem está há mais de 15 dias sendo afetado com níveis de glicose no sangue.

Davi Fernandes
Teresina
21/11/2019 17h42 - atualizado 18h25

O GP1 recebeu nesta quinta-feira (21), denúncia de que a Farmácia do Povo, no Centro de Teresina, está sem insulina, afetando assim as pessoas portadoras do diabetes, que necessitam do uso diário das medicações. Segundo a Associação dos Diabéticos do Piauí a falta de insulina já dura quase um mês.

Mário Oliveira, de 15 anos, é portador de Diabetes Mellitus tipo 1 e por essa razão precisa tomar insulina diariamente. Devido a falta da medicação o jovem está há mais de 15 dias sendo afetado com níveis de glicose no sangue.

  • Foto: Reprodução/Dorival AndradeFarmácia do PovoFarmácia do Povo

Ao se dirigir a Farmácia do Povo para tomar sua medicação, os funcionários do local alegaram ao jovem que a previsão da chegada de insulina seria no dia 18 de novembro, porém o local ainda segue sem a medicação. A nova previsão é para o dia 12 de dezembro.

O Diabetes Mellitus tipo 1, pode ocorrer em qualquer idade e é mais comum em crianças, adolescentes ou adultos jovens. Há risco de morte se as doses de insulina não são dadas diariamente.

Alepi

Em sessão realizada nesta quinta-feira (21) na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), a deputada estadual, Teresa Britto (PV), destacou sobre o problema. “Vários pacientes relataram que tiveram que reduzir a dosagem do medicamento, para diminuir as dores e os sofrimentos da doença dos diabetes e também sobre a falta, pois as medicações são caras”, disse.

Além da parlamentar, o presidente estadual do PSDB, o ex-deputado estadual Luciano Nunes citou que a insulina é um direito para os portadores do diabetes. “Um verdadeiro desrespeito com as pessos que sofrem com essa doença crônica e que necessita da insulina para viver. É um direito dos diabéticos, amparado por lei estadual, a dispensação gratuita de medicamentos para o controle da doença”, destacou.

Sesapi se manifesta

Procurada pela reportagem do GP1, a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Saúde do Piauí (Sesapi), emitiu nota esclarecimento referente as denúncias.

Confira a nota na íntegra:

A Farmácia do Povo, da Secretaria de Estado da Saúde, esclarece que trabalha continuamente para que haja o fornecimento regular dos medicamentos, com planejamento e atuando para agilizar os processos de licitação. Um desses processos refere-se à aquisição de 28 mil doses de insulinas, que está em fase de conclusão.

Esclarece ainda que a maior parte das insulinas e medicamentos orais estão sendo fornecidos com regularidade.

A política de dispensação de medicamentos orais e de insulinas aos pacientes de Diabetes mellitus, tipos 1 e 2, no total de 20 itens medicamentosos, de diversas apresentações, além de agulhas, canetas e seringas, torna o estado o único da federação em ofertar a linha completa de tratamento, sem que a necessidade do paciente recorrer à justiça para receber a medicação ou insulina.