Teresina - PI

Dona de bar pode ter sido vítima de latrocínio, diz DHPP

A princípio há suspeita que houve luta corporal com a vítima, que teve uma bolsa roubada com todo o dinheiro apurado desde a última sexta-feira (06) até o início da madrugada dessa segunda-feira (09).

Brunno Suênio
Teresina
10/12/2019 11h58 - atualizado 12h01

O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa – DHPP – afirmou na manhã desta terça (10) que a principal hipótese da morte da proprietária do Bar Point do Lanche, identificada como Maria Helena da Cruz Santiago, é latrocínio. Ela foi encontrada sem vida dentro de sua residência, na tarde dessa segunda-feira (10), que fica localizada atrás do estabelecimento.

Em entrevista do GP1, o delegado Walter Cunha, que atendeu o local de crime, informou que pelo menos uma pessoa entrou pelo teto e teve acesso ao interior da casa. A princípio há suspeita que houve luta corporal com a vítima, que teve uma bolsa com todos seus documentos roubados, além de dois aparelhos celulares e todo o dinheiro apurado desde a última sexta-feira (06) até o início da madrugada dessa segunda-feira (09).

  • Foto: Helio Alef/ GP1Delegado Walter CunhaDelegado Walter Cunha

“É um forte indicativo de latrocínio. Eles adentraram pelo teto, rompendo umas ripas e, ao sair, arrebentaram uma grade da sala. Não foi encontrada a bolsa com o que ela arrecadou, nem os documentos pessoais dela, que estavam nessa bolsa. Segundo informações de familiares, ela já foi vítima de outros assaltos”, pontuou o delegado.

A princípio o DHPP trabalha com a hipótese que duas pessoas possam ter realizado a ação, pois a grade de acesso à residência estava rompida pelo lado de fora.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Local do Crime Local do Crime

A perícia constatou perfurações no pescoço da vítima, que e indicam terem sido produzidas por um objeto perfurocortante, que não foi localizado no local do crime. O caso será investigado pelo Núcleo de Feminicídio e imagens de câmeras de segurança da região podem auxiliar o trabalho investigativo.

Entenda o caso

A proprietária de um bar identificada como Maria Helena da Cruz Santiago, 59 anos, foi encontrada morta na tarde desta segunda-feira (9) com marcas de perfurações na região do pescoço, em sua residência, no Point do Lanche, localizado na Vila Santa Bárbara, zona leste de Teresina.

A reportagem do GP1 se deslocou até o local e apurou que a vítima foi encontrada morta pelo seu filho.

Conforme a Polícia Militar, a vítima foi vista pela última vez na noite deste domingo (8), após fechar seu estabelecimento. Sua residência fica na parte de trás do bar. Na tarde de hoje, por volta de 14h, o filho de Maria Helena se dirigiu até o local para visitar sua mãe, porém encontrou o local com as portas fechadas e ao chamar por ela, não obteve resposta.

Segundo o sargento Emerson Silva, do 5º Batalhão da Polícia Militar, o filho conseguiu adentrar no local passando por um buraco no portão e se deparou com algumas roupas de sua mãe que estavam fora do lugar. Ao chegar no quarto da mãe, ele precisou arrombar a porta para conseguir entrar e então se deparou com o corpo da mulher com marcas de violência.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Senhora foi encontrada dentro do bar Senhora foi encontrada dentro do bar

"Ele percebeu que sua mãe não estava atendendo o chamado e ao chegar na residência percebeu que ela estava sem vida. Aparentemente, o corpo apresenta lesões e marcas de sangue, tem muito sangue no local e cômodo estava revirado, o telhado está quebrado também. Mais detalhes a perícia vai constatar. As lesões foram na região do pescoço e a vítima estava no meio de vários objetos. A testemunha. que o é filho da vítima, foi quem nos acionou", informou o sargento Emerson Silva.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) se deslocou até o local para realizar os primeiros levantamentos e o Instituto Médico Legal (IML) realizou a remoção do corpo.

NOTÍCIA RELACIONADA

Dona de bar é assassinada dentro de casa na zona leste de Teresina

Mais conteúdo sobre: