Eleições 2020

Eleições 2020: policiais se recusam a viajar por falta de diárias no Piauí

“O grande problema é a questão que a administração pública não se prepara para um evento como esse, e toda eleição tem a mesma confusão do não pagamento das diárias", disse advogado Otoniel Bisneto.

Wanessa Gommes
Teresina
12/11/2020 13h56 - atualizado 15h39

Na manhã desta quinta-feira (12), seis policiais militares foram encaminhados à Corregedoria Geral da Polícia Militar do Piauí por se recusarem a viajar, para reforçar a segurança nas Eleições no interior. Eles alegaram não ter recebido as diárias.

Segundo Otoniel Bisneto, advogado dos policiais, o problema acontece em toda eleição, além do fato do Estado ter a obrigação de pagar as diárias antes da viagem. “O grande problema é a questão que a administração pública não se prepara para um evento como esse, e toda eleição tem a mesma confusão do não pagamento das diárias. A legislação é bem clara, a diária é compensatória, tem caráter alimentar e deve ser paga antes da viagem, e o que acontece é que em razão da condição de militar jogam os caras dentro de ônibus e mandam sem diárias”, afirmou.

No entanto, de acordo com Otoniel, o problema foi resolvido e os policias viajaram. “Alguns se revoltaram com a situação e disseram que não iam, e aconteceu que foram conduzidos até a Corregedoria, mas chegando lá, o oficial que estava conduzindo foi muito sensato e ao invés de autuá-los em flagrante foi procurar resolver, resolveu e os encaminhou para viagem, mas todo ano é a mesma coisa”, esclareceu.

O advogado ressaltou ainda que ele tomou conhecimento apenas desses seis que não haviam recebido as diárias, mas que outros policiais viajaram sem receber os valores. “Tomamos conhecimento desses seis policiais, fora os outros que viajaram sem receber. O valor da diária é de R$ 450,00, pra comer, dormir, como é que faz com apenas R$ 450,00?”, questionou.

Outro lado

O GP1 tentou entrar em contato com a assessoria de comunicação da Polícia Militar do Piauí, que informou que a diária foi paga a todos os policiais. Segundo a PM, alguns policiais tiveram um problema devido a portabilidade no banco e por isso o dinheiro foi para outras contas dos policiais.

Mais conteúdo sobre: