Teresina - PI

Em velório, familiares e amigos se despedem de Ítalo Rodrigo

O corpo do jovem Ítalo Rodrigo será enterrado no cemitério do Promorar, também na zona sul de Teresina.

Nayrana Meireles
Teresina
Laura Moura
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
17/07/2019 12h10 - atualizado 18/07/2019 09h50

O velório de Ítalo Rodrigo Nascimento Sousa, de 16 anos, foi marcado por muita emoção na manhã desta quarta-feira (17). O corpo do adolescente foi velado na própria residência, onde o crime aconteceu e deixou familiares, amigos e moradores da região bastante chocados.

Uma vizinha de Ítalo Rodrigo, que não quis ser identificada, destacou que o adolescente era uma pessoa pacata e que sua morte pegou a todos de surpresa.

“Era um menino normal, a gente viu ele crescer, muito bem educado, pois os pais deles o criavam muito bem. Aqui próximo ninguém tem nada a falar dele, sempre foi um menino do bem, nunca foi envolvido com droga e nem com bebida. A gente se surpreendeu bastante”, disse a vizinha.

  • Foto: Helio Alef/GP1Casa de Ítalo RodrigoCasa de Ítalo Rodrigo

Um professor de Jiu-Jitsu, que deu aulas para Ítalo, relatou que conhecia o acusado e a vítima e que já tinha visto os dois andando juntos. "A vida dele [Ítalo] era só trabalhar e estudar. Ele e a irmã dele foram meus alunos na parte de musculação e depois ele passou a praticar Jiu- Jistu, mas só treinou uns dois meses. A notícia da morte dele foi uma surpresa para mim. Eu fui um dos primeiros a chegar no local. Eu também conhecia o acusado e ele também era tranquilo e calado. Eu já vi os dois andando juntos, eles estudaram juntos e nunca presenciei nenhuma briga entre eles. Agora eu só espero que a justiça seja feita. O rapaz não merecia ser morto e muito menos do jeito que foi", afirmou.

Harkewane Lima estudou dois anos com Ítalo e disse que a lembraça que vai ficar é da alegria do jovem. "Ele foi sempre uma pessoa muito brincalhona, ajudava todo muito, muito amigo. Nunca foi uma pessoa escandalosa e não gostava de confusão", ressaltou.

  • Foto: Helio Alef/GP1Arqueoane LimaArqueoane Lima

O corpo do jovem Ítalo Rodrigo será enterrado no cemitério do Promorar, também na zona sul de Teresina.

Entenda o caso

Ítalo Rodrigo foi encontrado morto, amarrado e amordaçado dentro de casa na manhã de terça-feira (16), no Conjunto Teresina Sul, zona sul de Teresina.

  • Foto: Facebook/Ítalo RodrigoÍtalo Rodrigo Nascimento SousaÍtalo Rodrigo Nascimento Sousa

O vizinho da vítima, Eliezer Pinto, informou ao GP1 que o jovem foi localizado pelos familiares em um dos quartos da residência amordaçado e com um corte no pescoço. “É um rapaz direito, não fuma, não bebe, eu fiquei surpreso. A menina [irmã] ficou batendo na porta e eu fui com mais um colega na outra rua. Quando eu voltei, já vi muitas pessoas em frente à casa e falaram que o menino tinha sido morto”, afirmou.

O DHPP Sul, revelou que a irmã responsável por encontrar o corpo recebeu uma ligação da vítima por volta de 09h. Porém, o teor da conversa ainda não foi verificado pela polícia.

Acusado diz que realizou desejo de matar

Em entrevista ao GP1, o delegado Danúbio Dias, que está investigando o caso, relatou que o menor planejou todo o crime e que tinha vontade de cometer um homicídio.

“Apuramos que a conversa que eles tiveram na noite anterior já indicaria que possivelmente esse crime aconteceria. As mensagens são bastante claras nesse sentido, que o adolescente apreendido intencionava matar a vítima. Por outro lado, as mensagens também demonstram que a vítima não acreditava que o acusado teria coragem. Ele descreveu a cena vista pelos peritos, ele confessou que amarrou a vítima pelas costas e a golpeou com a faca no pescoço. Questionamos o apreendido e para nossa surpresa ele disse que tinha o desejo de cometer um homicídio. Segundo ele esse desejo era recorrente e viu na vítima a oportunidade de realizar o desejo, pois ele disse que a vítima era uma presa fácil. Em nenhum momento ele apresentou algum sentimento”, informou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Vídeo: acusado de matar adolescente no Teresina Sul ri ao confessar crime

Adolescente diz que realizou desejo ao matar jovem no Teresina Sul

DHPP apreende acusado de amarrar e matar adolescente no Teresina Sul

Mais conteúdo sobre: