Teresina - PI

Engenheiro Marcos Maia é homenageado com nome de rua em Teresina

O pernambucano prestou relevantes serviços em todo o estado do Piauí, dentre eles a realização de projetos de sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário junto à Agespisa.

Thais Guimarães
Teresina
10/11/2020 21h21 - atualizado 22h30

O engenheiro civil Marcos Aurélio Maia foi homenageado pelo projeto “Se essa rua fosse minha”, da Prefeitura de Teresina, e dará nome a uma rua da capital. O pernambucano prestou relevantes serviços em todo o estado do Piauí, dentre eles a realização de projetos de sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário junto à Agespisa.

Nascido no dia 15 de abril de 1947 no município de Escada (PE), Marcos Aurélio Maia se formou com louvor na Escola de Engenharia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 1971.

  • Foto: Reprodução/WhatsAppEngenheiro Marcos MaiaEngenheiro Marcos Maia

Em 1973 casou-se com Maria do Socorro, com quem constituiu família. Logo em seguida foi convidado para trabalhar em Salvador (BA), para onde se mudou com a esposa e os filhos. Posteriormente, assumiu os projetos de abastecimento de água em várias cidades de Pernambuco e em outros estados.

Projetos no Piauí

No ano de 1984 o engenheiro começou a trabalhar no Piauí, onde desenvolveu diversos projetos, dentre eles, a elaboração do projeto SANEAR - Sistema de Esgotamento Sanitário nas zonas leste e norte de Teresina, além de ter trabalhado nos municípios de São Raimundo Nonato, São João do Piauí, Miguel Alves, Demerval Lobão, Corrente, Itainópolis, Amarante, Parnaíba, Luiz Correia, Buriti dos Lopes, Padre Marcos, Jaicós e Socorro do Piauí.

O engenheiro também prestou diversos serviços de consultoria, e elaborou projetos de esgotamento sanitário para diversas cidades piauienses, para a celebração de convênios com a Fundação Nacional de Saneamento e elaboração de projetos de abastecimento de água de diversos conjuntos habitacionais em municípios do interior.

Marcos Maia trabalhou como engenheiro projetista na elaboração de estudos e projetos de sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário nos seguintes estados: Agespisa (PI), Compesa (PE), Cagepa (PA), DESO (SE), Embasa (BA), CAERN (RN), Caema (MA), Sanaedo (GO) e FSESP (CE).

O engenheiro atuou ainda na Multiservice Engenharia, onde elaborou estudos de concepção e projetos básicos referentes a sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Marcos Aurélio Maia escolheu o Piauí como segunda casa, onde viveu e fez muitos amigos, alcançando respeito por sua trajetória profissional. Com residência fixa em Teresina, ele faleceu no ano de 2009, deixando a esposa, Maria do Socorro, e três filhos. Familiares a amigos lembram-se de Marcos Maia como um bom filho, marido e pai presente.

Mais conteúdo sobre: