Teresina - PI

Equatorial Piauí afirma que fardamentos não foram roubados em assalto

Mensagens espalhadas pelo WhatsApp dizem que os assaltantes levaram fardamentos de funcionários da empresa e estariam indo até residências disfarçados de técnicos, para realizarem assaltos.

Thais Guimarães
Teresina
10/04/2020 08h30 - atualizado 08h35

A Equatorial Piauí desmentiu boatos que circulam na internet após um roubo que aconteceu em seu almoxarifado na última terça-feira (07). Mensagens espalhadas pelo WhatsApp dizem que os assaltantes levaram fardamentos de funcionários da empresa e estariam indo até residências disfarçados de técnicos, para realizarem assaltos.

De acordo com uma nota enviada pela Equatorial, os indivíduos que efetuaram o roubo levaram equipamentos e coletes apenas dos vigilantes do prédio, desmentindo assim a informação de que eles teriam levado fardas dos colaboradores.

  • Foto: Divulgação/AscomInforme divulgado pela Equatorial PiauíInforme divulgado pela Equatorial Piauí

“A Distribuidora esclarece que foram roubados os equipamentos e coletes apenas dos vigilantes, não houve subtração de nenhum material do estoque”, diz o comunicado.

Ainda segundo o informe, devido à pandemia de coronavírus (covid-19), os funcionários da empresa não estão entrando nas residências das pessoas. “Seguindo as recomendações de proteção com a saúde, os colaboradores da distribuidora não estão entrando nas residências dos consumidores”, conclui a nota.

Assalto

Na última terça-feira (07), cerca de seis homens, utilizando fardamento semelhante ao da Polícia Militar, renderam vigilantes e realizaram um assalto ao almoxarifado da Equatorial Piauí, localizado ao lado do Parque de Exposições Dirceu Arcoverde (Expoapi), na BR 343, zona leste de Teresina.

NOTÍCIA RELACIONADA

Bandidos usam fardas da PM e rendem vigilantes da Equatorial Piauí