Teresina - PI

Estudante de jornalismo de Teresina está desaparecida há 7 dias

Patrícia Andrade é filha da agente penitenciária Maria José Andrade, lotada na Casa de Custódia.

THAIS GUIMARÃES
DE TERESINA

11/02/2018 13h02 - atualizado 13h24

A estudante de jornalismo Patrícia Andrade, 30 anos, residente em Teresina, está desaparecida desde o dia 04 de fevereiro. Patrícia estuda na faculdade Estácio Ceut e é filha da agente penitenciária Maria José Andrade, lotada na Casa de Custódia.

  • Foto: Facebook/Patrícia AndradePatrícia AndradePatrícia Andrade

O GP1 conversou com a mãe da moça na manhã deste domingo (11), ela informou que na noite daquele domingo (04) a filha saiu sozinha da casa onde mora com a tia, no bairro São João, zona leste da capital. “Ela tinha passado a tarde na casa de uma amiga no Lourival Parente, a noite veio para casa e saiu sem dizer para onde ia e com quem, saiu sozinha, porque vimos pelas câmeras de segurança”, declarou Maria José.

A mãe contou que no outro dia pela manhã começaram a ligar para a estudante, mas o celular já se encontrava desligado. “Desde então não tivemos notícias, na segunda-feira de manhã tentamos entrar em contato com ela e o telefone já estava desligado, o telefone está todo o tempo desligado”, afirmou.

Ainda segundo Maria José, a família já procurou a polícia para ajudar a encontrar Patrícia. “Já foi registrado Boletim de Ocorrência, já foi procurado nos hospitais, no IML [Instituto de Medicina Legal], já conversamos com amigos, pessoas que têm contato com ela, mas não sabem dizer nada”, finalizou a mãe.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB