Isaías Coelho - PI

Ex-prefeitos Everardo Araújo e Euilson Moreira viram réus na Justiça

A decisão do juiz federal Brunno Christiano Carvalho Cardoso, da Subseção Judiciária de Floriano/PI, foi dada no dia 1º de outubro.

Gil Sobreira
Teresina
09/10/2019 08h33 - atualizado 09h01

O juiz federal Brunno Christiano Carvalho Cardoso, da Subseção Judiciária de Floriano/PI, recebeu a petição inicial da ação civil de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público Federal e tornou réus os ex-prefeitos do Município de Isaías Coelho/PI, Everardo Araújo de Moura Carvalho e Euilson Rodrigues Moreira, o pregoeiro Walber Coelho de Almeida Rodrigues e a empresa Sousa Campelo Transportes Ltda-ME. A decisão foi dada no dia 1º de outubro.

Segundo a denúncia, os ex-gestores contrataram a empresa Sousa Campelo Transportes Ltda-Me para prestação de serviços de transporte escolar, de forma fragmentada, utilizando recursos do FUNDEB e FMS, sem prévia realização de licitação ou baseando-se em procedimento licitatório irregularmente conduzido.

A participação de Walber Coelho deu-se por ter ocupado a função de pregoeiro municipal, tendo participado dos procedimentos licitatórios em tese fraudulentos.

Devidamente notificados, os réus alegaram ilegitimidade passiva, não incidência da lei de improbidade em face de agentes políticos e no mérito que não houve a prática de ato ímprobo.

O juiz determinou a citação dos réus para apresentarem defesa no prazo legal.

Empresa é das investigadas na "Operação Topique"

A Sousa Campelo, antiga Charter Transportes, é uma das empresas investigadas pela Policia Federal no âmbito da denominada "Operação Topique", que investiga esquema criminoso de desvio de recursos destinados ao transporte escolar dos alunos da rede pública estadual.

Outro lado

Os denunciados não foram localizados pelo GP1.

Mais conteúdo sobre: