Teresina - PI

Fábio Novo descarta PSDB e faz proposta em troca de apoio a Dr. Pessoa

“Ele foi na minha casa pedir apoio. Eu perguntei se ele topava discutir algumas questões programáticas, se ele aceitava  incorporar em seu Programa de Governo algumas bandeiras", ponderou Fábio Novo.

Brunno Suênio
Teresina
18/11/2020 13h29 - atualizado 13h32

O deputado estadual Fábio Novo (PT) afirmou em entrevista ao GP1, na manhã desta quarta-feira (18), que recebeu a visita de Dr. Pessoa no início da tarde dessa terça-feira (17), em sua casa, para buscar apoio do PT no 2º turno das eleições em Teresina. Novo ressaltou que caberá a Dr. Pessoa a decisão de incrementar em seu Plano de Governo bandeiras defendidas por Fábio Novo durante a campanha do 1º turno e, assim, sacramentar apoio do PT ao emedebista na disputa pelo Palácio da Cidade.

O petista, que despontou em 4º lugar nas urnas no 1º turno das eleições na Capital, destacou que o encontro contou com a presença dos presidentes municipal e estadual do diretório do Partido dos Trabalhadores.

“Ele foi na minha casa pedir apoio. Eu perguntei se ele topava discutir algumas questões programáticas, se ele aceitava incorporar em seu Programa de Governo algumas bandeiras e ideias que nós defendemos. Citei como exemplo a questão do meio ambiente, que tem que ter um novo olhar, a questão da acessibilidade, pois Teresina tem ¼ da população com problemas e não temos política pública para as pessoas com deficiência. Então, coloquei esses pontos para ele, que ficou de avaliar e responder se topa. A partir daí a gente pode conversar. Então, nós colocamos esses pontos para o Dr. Pessoa. Agora ele é o candidato, ele tem que dizer se topa ou não topa”, afirmou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Fábio NovoFábio Novo

PT unificado

Apesar dos embates internos no Partido dos Trabalhadores, que foram pano de fundo para a escolha de Fábio Novo no processo eleitoral na Capital, o petista reafirmou que a proposta encaminhada a Dr. Pessoa foi avalizada pelos diretórios municipal e estadual do partido, com a aquiescência do governador Wellington Dias.

“Quando eu conversei com ele eu não estava só, estava com o presidente municipal do PT, presidente estadual do PT, mas dentro do PT tivemos uma posição de sinalizar para ele essa ideia de apresentar alguns pontos que deveriam ser incorporados na campanha dele, cabe a ele responder. O governador não participou desse encontro, mas estava ciente”, frisou.

PSDB está descartado

Fábio Novo foi categórico em dizer que muito embora o PT não vá marchar junto com o PSDB no segundo turno na Capital, isso não significa apoio automático a Dr. Pessoa, mas o caminho para um desfecho positivo está sendo pavimentado.

“Nós temos uma posição clara, para o PSDB nós não vamos, essa é uma posição pacífica dentro do PT. Sobrou um candidato, que é do partido da base do Governo, não significa dizer também apoio automático. Esse candidato precisa dizer se aceita incorporar em seu plano de governo algumas ideias que nós defendemos para Teresina. Então a bola está com ele, não é mais com a gente”, finalizou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Wellington Dias pede aos aliados apoio ao candidato Dr. Pessoa

Wellington Dias vai reunir oposição para derrotar Kleber Montezuma

Mais conteúdo sobre: