Teresina - PI

Fábio Sérvio afirma que Firmino Filho tentou retira-lo de cena

“Ele [Firmino] tentou me tirar do meio do caminho, mas não conseguiu. Ele encontrou um cidadão que é sério", disse Fábio Sérvio, candidato a prefeito de Teresina pelo PROS.

Brunno Suênio
Teresina
Germana Chaves
Teresina
Andressa Martins
Teresina
14/09/2020 15h02 - atualizado 15/09/2020 18h10

O empresário e candidato a Prefeitura de Teresina, Fábio Sérvio, (PROS) teceu duras críticas na manhã desta segunda-feira (14) ao prefeito Firmino Filho, durante a convenção que o oficializou como candidato do Partido Republicano da Ordem Social na disputa ao Palácio da Cidade.

Sérvio destacou que Firmino sempre escolheu bem seus adversários e em diversos momentos apoiou Wellington Dias em detrimento de aliados, a exemplo Luciano Nunes que, segundo Fábio Sério, marchou desamparado na disputa ao Palácio de Karnak em 2018.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Fábio SérvioFábio Sérvio

“O maior nome ligado ao Palácio de Karnak chama-se Firmino Soares de Carvalho da Silveira Filho. Ele teve o apoio em 2012 quando o Wellington foi candidato a prefeito, para tirar os votos do Elmano e diminuir a chance do Elmano vencer no primeiro turno. Ele apoiou o Wellington Dias em 2014, quando fez aquele jogo de cena, palhaçada diante do eleitorado piauiense, colocou o Sílvio como vice do Zé Filho e cruzou os braços aqui em Teresina e não ajudou na eleição, contribuindo para Wellington Dias. Em 2016 quando o PT, no auge e no momento que mais precisava de um candidato, já que estava no início da Lava Jato, não lança um candidato e apoia o Amadeu Campos com um vice, nada contra, mas sem expressividade eleitoral, e deixa Firmino em céu de brigadeiro em 2016. Firmino retribui isso em 2018, não apoia Luciano Nunes em Teresina, finge que é apoio, não teve nem coragem de sair candidato a governador, porque poderia ter saído, mas o Ciro [Nogueira] não deixou, ele é amarrado com Ciro o tempo todo. Colocou o Luciano, mas deixa o Luciano sozinho. Tem um jogo de cena nessa eleição, o Firmino sempre escolhe os adversários dele e dessa vez ele não escolheu”, afirmou.

Fábio Sérvio avaliou que é o único nome da oposição o qual Firmino Filho tem conhecimento que pode despontar no processo eleitoral de 2020, tendo em vista a projeção que alcançou no último pleito, quando se candidatou a governado do Piauí, ficando em quarto lugar. “Ele [Firmino] tentou me tirar do meio do caminho, mas não conseguiu. Ele encontrou um cidadão que é sério, que apoiou, que sobreviveu, e está aqui para mostrar que é possível vencer, mesmo com poucas armas essa política suja do estado do Piauí”, completou.

Tentativa de retira-lo de cena

O empresário endossou o discurso quando indagado sobre as várias tentativas de outros partidos em retirá-lo do PROS para que ele saísse de cena. Segundo Fábio Sérvio, o Progressistas ofereceu vaga de vice na chapa encabeçada por Kleber Montezuma (PSDB), até mesmo do candidato Fábio Abreu (PL), o que acabou não vingando.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Fábio Sérvio e Marilene AguiarFábio Sérvio e Marilene Aguiar

“Houve tentativa de nos tirar de cena de várias maneiras. O Progressistas veio oferecer para eu ser candidato a vice pelo Progressistas, alegando que o Bolsonaro tinha se aproximado e poderia ir até para o Progressistas. Bolsonaro tem a identidade e CPF dele, nós o ajudamos para presidente da República, ele está lá. Agora a história é aqui no Piauí. Infelizmente, ele se aliou com os adversários da renovação política no estado. Segundo ponto, veio o convite para que eu fosse indicado vice do Fábio Abreu. Não acho que seria interessante, primeiro porque matava o posicionamento político da gente. Para o Firmino isso era ótimo, soube até que quando ele leu essa notícia, ele vibrou. Só se ele achava que a gente era abestado de cair em uma situação dessa. O jogo todo é 2022. Em 2022 não tem coligação proporcional. É como se eles fossem o vaqueiro e estão tangenciando os candidatos para um lado ou para o outro, tem que ter uma terceira via nesse processo e essa terceira via nascer. E para eles tentarem matar essa terceira via para 2022, eles precisavam matar ela em 2020”, finalizou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

PROS oficializa candidatura de Fábio Sérvio à Prefeitura de Teresina

Fábio Sérvio mantém pré-candidatura à Prefeitura de Teresina