Teresina - PI

Fábio Sérvio nega que tenha firmado aliança com Georgiano Neto

Os dois se encontraram na semana passada e desde então surgiram nos bastidores alguns rumores de uma aproximação.

Andressa Martins
Teresina
27/01/2020 14h51 - atualizado 14h53

O empresário Fábio Sérvio (Pros) negou durante entrevista ao GP1 nesta segunda-feira (27) que tenha conversado com o deputado estadual Georgiano Neto (PSD) sobre uma possível aliança entre os dois nas eleições municipais deste ano. Os dois se encontraram na semana passada e desde então surgiram rumores de uma aproximação.

Sérvio confirmou que encontrou o deputado, mas na ocasião os dois conversaram sobre o cenário político e a situação das oposições. Tanto Fábio como Georgiano são pré-candidatos a prefeitos da capital.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Entrevista Fabio Sérvio Entrevista Fabio Sérvio

“Houve uma conversa sobre política, mas não tratamos de filiação. Falamos da situação eleitoral 2020 e o cenário político que se avizinha. Tratamos sobre o cenário da situação e das oposições”, afirmou.

30 diretórios municipais

O diretório estadual do Pros deverá ser inaugurado em fevereiro após uma reunião da executiva estadual, liderada por Marilene Aguiar com a nacional da sigla em Brasília. Sérvio confirmou ainda que em todo o estado serão abertos cerca de 30 diretórios municipais.

“Estamos organizando o Pros numa união política com Marilene Aguiar. Caminhamos para cerca de 30 diretórios nos municípios do Piauí e estamos na construção de uma chapa para vereadores competitiva na capital”, continuou.

Críticas à Firmino

O empresário também criticou o prefeito Firmino Filho (PSDB), afirmando que o tucano criticava a formação de blocões e que atualmente está formando um para as eleições de outubro.

“Gostaria de lembrar que em 2012 Firmino fez um discurso de que lutava contra um blocão, com duras críticas a quem hoje ele se associa para construir o mesmo blocão. Em 2016 ele caminhou com 17 partidos coligados e 480 candidatos a vereador. Não seria isso um blocão? Para competir com a estrutura da PMT e o uso da máquina, a coação de funcionários para votarem num candidato deles, só com muita inteligência”, finalizou.

NOTÍCIA RELACIONADA

Marilene Aguiar reafirma Fábio Sérvio como pré-candidato a prefeito

Mais conteúdo sobre: