Teresina - PI

Família de Gabriel Brenno faz manifestação em frente ao Fórum Criminal

Segundo a mãe de Gabriel Brenno, Janaína Nogueira, a família espera que seja decretada a prisão preventiva de Deivid Ferreira.

Davi Fernandes
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
08/08/2019 09h54 - atualizado 11h27

Família de Gabriel Brenno realiza manifestação no Fórum Criminal

A família do estudante Gabriel Brenno Nogueira da Silva, 21 anos, veio para Teresina realizar uma manifestação e acompanhar a audiência de custódia de Deivid Ferreira de Sousa, acusado de assassinar o jovem com um disparo de arma de fogo na cabeça. O suspeito foi preso na manhã de ontem, no bairro Verde Lar, na zona leste de Teresina.

A mãe de Gabriel Brenno, Janaína Nogueira, relatou que seria uma revolta em caso da Justiça apenas impor medidas cautelares e não decretar a prisão preventiva de Deivid Ferreira. “A gente fica revoltado porque uma pessoa tira assim a vida de um menino de 21 anos. Dia 4 era para ele estar fazendo a prova dele, dia 5 foi meu aniversário. Se eu pudesse acabava com o mundo, mas eu não posso, então entreguei nas mãos dos homens, entreguei para Deus, eu quero que Deus faça com ele o que fez com Caim, quando tirou a vida de Abel, amaldiçoe a vivência dele na Terra. Que ninguém toque um dedo nele, para que ele viva na Terra com a consciência pesada por ele ter tirado a vida do meu filho”, disse.

A mãe do estudante disse ainda que está satisfeita com a prisão do acusado, mas teme que um dia ele faça com outras pessoas a mesma coisa que fez com o filho dela. “Amanhã ele vai matar outra pessoa que ameaçar o ambiente que ele está ou a vida que ele leva. Eu fiquei muito satisfeita, pelo fato que a gente não tinha certeza se ele ia ser preso. Eu não tinha notícias, só ouvia boatos. Deu um alívio para a família, confio não só na justiça dos homens, mas na de Deus também”, relatou.

Prisão

Deivid Ferreira de Sousa, foi preso na manhã desta quarta-feira (07) no bairro Verde Lar, localizado na zona leste de Teresina. Ele estava escondido no interior de uma residência, quando os policiais fizeram incursão no imóvel e deram voz de prisão ao mestre de obras.

  • Foto: Hélio Alef/GP1Deivid Ferreira de SousaDeivid Ferreira de Sousa

Em seguida ele foi encaminhado para a sede da Secretaria de Segurança Pública do Estado Piauí (SSP-PI). De acordo com a SSP-PI, Deivid foi localizado após um trabalho em conjunto entre os investigadores do 1º DP com a Divisão de Capturas (DICAP) e a Diretoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública, que deram cumprimento ao mandado de prisão expedido no último dia 23 de julho.

Casa onde estava escondido

De acordo com o delegado Sérgio Alencar, do 1ºDP, a residência onde Deivid estava escondido tinha ar-condicionado e até sistema de segurança. "O dono da residência faleceu em janeiro, a filha da dona da casa era amiga da família. Como a casa estava abandonada eles cederam essa residência para ele ficar. A residência estava muito bem mobiliada, tinha ar-condicionado, fogão, televisão, um sistema de segurança bom, toda gradeada, com portas gradeadas e muros altos, um local perfeito para ficar escondido", relatou.

"Desde o início nós estávamos no encalço dele e na manhã de hoje efetuamos a prisão. Ele está sendo interrogado pelo delegado Sérgio e depois disso vai ser encaminhado ao Poder Judiciário para ficar à disposição da Justiça", concluiu o delegado.

Relembre o caso

Gabriel Brenno foi baleado na cabeça na manhã do dia 17 de julho de 2019, em frente à pensão onde morava na Rua Paissandu, no centro de Teresina. De acordo com o 1º Batalhão da Polícia Militar, o autor do crime, identificado apenas como Deivid Ferreira de Sousa, de 34 anos, efetuou o disparo na vítima e se evadiu do local.

Câmeras de segurança flagraram o crime

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento exato em que o estudante Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira, de 21 anos, é baleado na cabeça no centro de Teresina. O crime aconteceu no dia 17 de julho, ao lado de um curso preparatório situado na Rua Paissandu. O jovem veio a óbito no dia 23, após passar seis dias internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

O acusado de matar o estudante, Deivid Ferreira de Sousa, estacionou o carro próximo a pensão onde Gabriel Brenno estava hospedado por volta de 06h52. O indivíduo está com uma camisa branca, calça jeans e um boné vermelho.

Por volta de 7h, Gabriel fica em frente da pensão e é abordado pelo autor do crime. Então, o indivíduo efetua o disparo de arma de fogo. Em seguida, ele sai correndo em direção ao próprio carro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Família de Gabriel Brenno vai fazer manifestação em frente a fórum

"Ele vai pagar pelo que fez com o meu filho", diz mãe de Gabriel Brenno

Acusado de matar Gabriel Brenno é preso no bairro Verde Lar