Piripiri - PI

Filho do prefeito Firmino Filho é preso pela PRF na BR 343

De acordo com a PRF, ao ser abordado, verificou-se que Bruno Silveira estava em visível estado de embriaguez e no interior do veículo havia uma garrafa de cerveja, além de remédio de uso controlado.

Brunno Suênio
Teresina
Davi Fernandes
Teresina
09/05/2019 16h55 - atualizado 10/05/2019 08h01

O filho do prefeito Firmino Filho, Bruno Silveira, 21 anos, foi preso pela Polícia Rodoviária Federal, por volta de 12h30 desta quinta-feira (09), na BR 343 entre as cidades de Capitão de Campos e Piripiri, região norte do estado. Ele foi autuado por desobediência, ameaça e embriaguez.

Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal estava em busca de um veículo modelo Hilux, suspeito de dar fuga a um dos assaltantes dos bancos de Campo Maior, quando se deparou com um Jeep Renegade estacionado no acostamento na BR 343. Ao tentar abordar Bruno Silveira, ele empreendeu fuga e logo mais a frente acabou sendo interceptado pelos policiais.

  • Foto: Instagram/LucySoaresFirmino Filho, Lucy Soares e Bruno Silveira Lucy Soares e o filho Bruno Silveira

De acordo com a PRF, ao ser abordado, verificou-se que Bruno Silveira estava em visível estado de embriaguez e no interior do veículo havia uma garrafa de cerveja, além de remédio de uso controlado e uma quantia em dinheiro não revelada.

“Nós estávamos em busca de um veículo suspeito de dar fuga aos assaltantes de Campo Maior, próximo a Cocal. Quando estávamos buscando um carro modelo Hilux vimos o veículo do acusado, demos ordem de parada, mas ele acabou se evadindo em alta velocidade. Fizemos um acompanhamento e conseguimos parar ele na altura de Capitão de Campos. Quando chegamos perto, ele estava sem condições de dirigibilidade”, pontuou um PRF que não quis ser identificado.

  • Foto: DivulgaçãoFilho de Firmino é preso pela PRFFilho de Firmino é preso pela PRF

Ainda conforme a PRF, Bruno se recusou a realizar o teste do bafômetro, ele foi então levado ao hospital, onde foi confeccionado o Termo de Constatação e através do laudo médico foi indicado o uso de bebidas alcoólicas.

O filho do prefeito de Teresina ainda tentou forjar uma agressão. “Ele tentou forjar uma situação de agressão para que os agentes precisassem usar força, ficou se batendo e ameaçando até o médico no hospital, dizendo que o profissional seria demitido. Ele estava dizendo para nós que estava indo para Teresina, mas estava seguindo no sentido de Parnaíba, ele estava desorientado totalmente”, frisou.

O caso foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil de Piripiri, onde ele foi autuado por desobediência, ameaça e embriaguez. A autoridade policial deverá arbitrar fiança.

Mais conteúdo sobre: