Teresina - PI

Firmino Filho diz que apoio de Robert Rios é imprescindível

"É importante que a gente possa continuar a conversar na esperança de que ele possa militar conosco (...) O Robert é imprescindível”, afirmou Firmino. 

Germana Chaves
Teresina
25/06/2019 07h56 - atualizado 08h01

O prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB) disse em entrevista ao GP1que considera imprescindível o apoio do ex-deputado estadual Robert Rios Magalhães (DEM). O tucano antecipou que vai buscar realinhar o discurso com Rios, inclusive, para o pleito de 2020.

“Ele é uma liderança expressiva e sempre foi um aliado, do ponto de vista pessoal é um amigo. Não tenho a menor dúvida de que precisamos conversar para tê-lo mais próximo. É importante que a gente possa continuar a conversar na esperança de que ele possa militar conosco em outras empreitadas. Para essa eleição e para outras eleições. O Robert é imprescindível”, afirmou Firmino em entrevista na última sexta-feira (21).

A relação entre Firmino Filho e Robert Rios ficou abalada depois que o prefeito reafirmou alinhamento total com o senador Ciro Nogueira (PP) para as eleições de 2020. O ex-deputado não esconde a antipatia que nutre pelo Progressistas ao ponto de afirmar, durante entrevista à nossa reportagem, que estará em lado oposto ao do chefe do Palácio da Cidade se for mantida a aliança com PP.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Prefeito Firmino FilhoPrefeito Firmino Filho

“Não estarei com o PP. Eu não estarei”, repetiu o ex-deputado estadual durante entrevista ao GP1 em fevereiro.

Eleições 2018

A situação só piorou no pleito passado, isso porque, Firmino oficializou apoio à reeleição de Ciro, mesmo com seu grupo aliado tendo dois candidatos a senador: Wilson Martins (PSB) e Robert Rios, que teria o apoio do prefeito da Capital.

O problema é que ao final do processo eleitoral, Firmino decidiu gravar um vídeo elogiando as ações do, na época, também candidato ao Senado Federal Marcelo Castro (MDB). Os elogios do prefeito soaram como um apoio velado a Castro mas apesar do incômodo que isso causou, sempre que questionado, Rios repetia que continuava a contar com o voto do chefe do Palácio da Cidade.

NOTÍCIA RELACIONADA

Firmino Filho vai conversar com Robert sobre rompimento de aliança

Mais conteúdo sobre: