Teresina - PI

Firmino Filho se esquiva sobre quem deve apoiar em 2020

Durante a convenção do PSDB, Firmino preferiu desconversar sobre um possível apoio aos tucanos Sílvio Mendes e Luciano Nunes pela prefeitura de Teresina.

Jonas Carvalho
Teresina
Germana Chaves
Teresina
04/05/2019 18h20 - atualizado 05/05/2019 17h24

O prefeito Firmino Filho (PSDB), durante a convenção do PSDB no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Piauí, realizada na manhã deste sábado (04), desconversou sobre a corrida eleitoral de 2020. Para o prefeito da capital, é cedo falar sobre o possível sucessor de seu mandato.

Entre Sílvio Mendes e Luciano Nunes, Firmino preferiu adotar cautela e discutir no ‘momento oportuno’. De acordo com o tucano, os percalços que o Brasil e a cidade de Teresina passam são assuntos mais relevantes que as eleições para o Palácio da Cidade.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Prefeito Firmino Filho Prefeito Firmino Filho

“Eu acho muito cedo, tanta confusão que tem aí para a gente resolver. Estamos aí na maior recessão da história do Brasil, nós estamos vivendo em um dos invernos mais longos da história de Teresina e que ainda não acabou, estamos no sexto mês de inverno. Tem tanta confusão, tanto problema para enfrentar que falar de 2020, em eleição, para a gente não é produtivo, não é bom para a cidade”, declarou o prefeito.

Ainda sobre o questionamento a respeito de quem deve conceder apoio na disputa pela prefeitura, Firmino preferiu desconversar e deixar as tratativas para um outro momento. “Esses nomes serão discutidos no momento oportuno, eu acho que é justamente no ano que vem”, esquivou-se.