Política

Floro Mauel pode assumir vaga de Jôve Oliveira na Alepi

“Há uma possiblidade [de assumir], mas depende muito das articulações e do que também o PDT quer, tanto do interesse do PDT, quanto do interesse do governador", disse Mauel.

Brunno Suênio
Teresina
18/11/2020 17h00 - atualizado 19h26

Com a eleição de Jôve Oliveira (PTB) como prefeita na cidade de Piripiri, a então deputada estadual vai deixar a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) para assumir o município em 1º de janeiro de 2021, abrindo uma vaga no legislativo estadual que poderá ser ocupada pelo suplente Floro Mauel, do PDT.

Floro, que chegou a disputar uma vaga na Câmara de Vereadores de Teresina neste ano, obteve 1.648 votos nas eleições municipais, mas não chegou a ser eleito.

“Há uma possiblidade [de assumir], mas depende muito das articulações e do que também o PDT quer, tanto do interesse do PDT, quanto do interesse do governador. Até o momento, ninguém me procurou para tratar sobre isso, acredito que estão muito calorosos com a disputa do 2º turno, então vai ser algo assim bem forte até o dia 29”, pontuou.

  • Foto: BrunnoSuênio/GP1Floro MauelFloro Mauel

Floro Mauel deixou claro que o PDT vai trabalhar para fortalecer o partido com vistas às eleições em 2022, levando em consideração o resultado positivo no pleito a nível municipal, que se findou com três vereadores eleitos na Câmara de Teresina. “O PDT elegeu três vereadores na capital (Evandro Hidd, Enzo Samuel, Alan Brandão) e pode ser que queira ocupar um espaço também no Governo para poder estar fortalecendo o partido no estado, já visando às eleições em 2022”, frisou.

Ainda assim, Floro Mauel não escondeu a expectativa de poder chegar à Assembleia Legislativa. “Assumir uma função dessa é consagrar todo o trabalho que a gente fez durante esses anos e é a oportunidade que a gente tem de poder estar apresentando os projetos e as leis que a gente acredita que possam melhorar a vidas das pessoas, melhorar a vida da população do Estado”, finalizou.