Política

Francisco Limma diz que declarações de Ciro foram precipitadas

"É no mínimo desconfortável [a declaração do senador] e muito cedo com certeza", afirmou o deputado estadual.

Bárbara Rodrigues
Teresina
Germana Chaves
Teresina
02/12/2019 14h19 - atualizado 14h19

O deputado Francisco Limma (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), comentou nessa segunda-feira (2) sobre áudio qdo senador Ciro Nogueira (PP), onde ele aparece tramando contra o governador Wellington Dias (PT) para as eleições de 2022. Limma considerou as declarações do senador precipitadas, mas explicou que isso não deve abalar a base.

Ciro Nogueira chegou a chamar de fake news a gravação, mas um áudio do ex-prefeito Ronaldo Lages que está circulando nas redes sociais, ele admite que foi o responsável por divulgar o áudio do senador, ainda afirmou que é amigo de Ciro e que está tranquilo com a situação.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Francisco LimmaFrancisco Limma

O deputado Francisco Limma admitiu que a situação é desconfortável e que as declarações do senador sobre as eleições de 2022 foram precipitadas. “Isso é parte da dinâmica da política, então cada um vai colocando os seus pensamentos. A política é muito dinâmica, de uma hora está de um jeito e depois de outro. É no mínimo desconfortável [a declaração do senador] e muito cedo com certeza. Então as coisas ainda estão se afunilando, vamos vivenciar um período eleitoral para 2020. Então já fazer prerrogativas, análises pra 2022 é precipitado sim”, afirmou.

O parlamentar não acredita que as declarações vão prejudicar a relação do Progressistas com o Partido dos Trabalhadores, pois cada partido tem o direito de trabalhar as suas estratégias.

“Com o PT não [prejudica a relação]. Cada partido se prepara para se fortalecer em cada eleição, pois é um espaço de debate e fortalecimento. Sabemos das dificuldades que enfrentamos em 2016, os debates que tivemos em 2018 com a intenção de demonizar o Partido dos Trabalhadores. Felizmente os fatos vieram à tona mais recentemente e demonstraram sobretudo, divulgado pelo Intercept, que aquilo que a gente sabia, acabou se comprovando, tanto que isso resultou na liberação do Lula”, destacou.

O parlamentar não acredita que a base do governo na Alepi vai ser afetada. “O momento tenciona dentro da própria base, com a oposição, mas também é natural desse ambiente do legislativo. Não acredito que um áudio afete essas relações, até porque está longe do processo eleitoral e não está na hora de tomar uma posição mais significativa agora”, Disse o deputado Francisco Limma.

Petistas agem com cautela

Vários petistas estão agindo com cautela e evitando polemizar a situação. Franzé Silva chegou a declarar que o governador “tem muita maturidade, ele nunca foi para briga com ninguém. O governador não vai brigar com o Ciro, ele pensa no Estado. O Ciro tem ajudado o Piauí e eu tenho um grande respeito pelo senador”.

Entenda o caso

Na gravação obtida pelo GP1, o senador diz que será candidato ao Governo do Estado e caso não tenha o apoio do petista, vai sair candidato da oposição e vai tentar eleger um senador. “Se Wellington brigar, vai perder o Senado”, diz o áudio.

Comenta ainda o fato de que Wellington Dias deve sair candidato ao Senado e deixar Regina Sousa (PT) no Governo. Segundo o áudio, de acordo com as pesquisas, Ciro aparece “disparado na frente” de qualquer um dos candidatos que podem ser apoiados por Wellington.

  • Foto: Helio Alef/GP1Entrevista com o Senador Ciro Nogueira Entrevista com o Senador Ciro Nogueira

“Eu não sei fazer nada pela metade. Fiz uma pesquisa agora, você sabe que eu nunca fui popular demais, meu negócio mesmo é estrutura. Estou disparado na frente. Qualquer candidato do Wellington eu boto quatro por um”, disse Ciro.

Para o senador, ainda conforme o áudio, Ciro teria registrado pesquisas com três possíveis candidatos: Margarete Coelho, Iracema Portella e Firmino Filho. A gravação diz que que tanto Iracema quanto Margarete aparecem com um ponto percentual na frente de Wellington, mas Firmino Filho está com 15 pontos à frente.

“Eu fiz uma pesquisa para senador, botei três candidatos: a Margarete, Iracema e o Firmino. Coloquei a Iracema porque se eu não fosse candidato a governador, colocava o Firmino para o Governo. A Iracema e a Margarete ganham do Wellington por um ponto. E o Firmino, com meu apoio para o Senado, já está com 15 pontos na frente do Wellington”.

Ouça o áudio

NOTÍCIAS RELACIONADAS

"O Ciro tem que assumir as coisas", diz Ronaldo Lages sobre áudio

Franzé Silva diz que Wellington Dias não vai brigar com Ciro

Senador Ciro Nogueira chama de fake news áudio atribuído a ele

Rejane Dias age com cautela ao tratar sobre áudio de Ciro Nogueira

Mais conteúdo sobre: