Brasil

Gabigol é o artilheiro do ano e iguala marca conquistada por Neymar

Bruno Henrique, também jogador do time da Gávea, foi quem chegou mais perto do companheiro, com 35 gols.

Fábio Wellington
Teresina
31/12/2019 17h33 - atualizado 18h44

Gabigol atualmente um dos jogadores mais assediados do Flamengo encerrou o ano de 2019, como o maior artilheiro do futebol brasileiro, com a marca histórica de 43 gols com a camisa do rubro negro carioca. Bruno Henrique, também jogador do time da Gávea, foi quem chegou mais perto do companheiro, com 35 gols.

Goleador máximo no Campeonato Brasileiro e da Libertadores, o atacante disparou no topo do Prêmio Artilheiro do Ano, e finalizou a temporada 2019, igualando recorde ao conseguido pelo jogador Neymar, no ano de 2012, quando atuava pelo time do Santos. O ranking anual dos artilheiros existe desde 2008.

Somente outros oito profissionais do futebol, das Séries A e B marcaram 20 ou mais gols nessa temporada, são eles: Gilberto, do Bahia, Fred, do Cruzeiro, Everton, jogador do Grêmio, Guerrero, jogador do Internacional, Luciano, jogador do Fluminense, Rodrigão, do Coritiba, Hernane, atacante do Sport e Guilherme, que também pertence ao Leão da Ilha.

De acordo com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), somente competições oficiais entre clubes brasileiros participam da disputa do prêmio artilheiro do ano. São elas: primeira divisão de todos os estaduais, Séries de A a D do Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Copa do Nordeste, Copa Verde, Taça Libertadores da América, Copa Sul-Americana, Recopa Sul-Americana, Copa Suruga e o Mundial de Clubes. Jogos de seleção não entram na estimativa.

Mais conteúdo sobre: