Amarante - PI

GAECO cumpre mandados na residência do prefeito Diego Teixeira

A operação foi deflagrada após denúncias feitas na Câmara Municipal de Amarante através de dois vereadores da cidade.

Jeyson Moraes
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
09/09/2020 08h32 - atualizado 11h37

Gaeco cumpre mandados em quatro cidades do Piauí

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público do Estado do Piauí, com o auxílio da Polícia Civil, deflagrou a "Operação Cartão Vermelho" na manhã desta quarta (9) e está cumprindo 13 mandados de busca e apreensão nas cidades de Teresina, Valença do Piauí, Campo Maior e Amarante, incluindo a residência do prefeito de Amarante, Diego Teixeira.

Os principais alvos da operação são a Prefeitura Municipal de Amarante e o escritório de Advocacia Marcos André Lima Ramos, localizado na zona leste de Teresina. A operação foi deflagrada após denúncias feitas na Câmara Municipal de Amarante.

Segundo a promotora Débora Aguiar, coordenadora do GAECO, os mandados foram cumpridos na residência do prefeito Diego Teixeira, em Amarante, e no escritório de advocacia na zona leste de Teresina. Também foram feitas buscas na cidade de Valença do Piauí, onde está um dos alvos da operação.

A operação foi denominada de Cartão Vermelho porque envolve um esquema de contratos suspeitos com uso de recursos públicos para o fornecimento de combustível.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Diego TeixeiraDiego Teixeira

Outro lado

Procurada pelo GP1, a assessoria de comunicação do prefeito Diego Teixeira disse que o gestor ficou surpreso com a operação e se disponibilizou a colaborar com as investigações.

Confira a nota na íntegra

O Prefeito de Amarante, Diego Teixeira, recebeu com surpresa a operação da Gaeco, mas afirma que está totalmente disposto a colaborar com as investigações que mostrarão que as denúncias dos vereadores Rudfran e Rochinha são inconsistentes

Mais conteúdo sobre: