Política

Gessivaldo Isaías acredita que empréstimos vão ajudar população

Gessivaldo Isaías explicou que o governador Wellington Dias se reuniu com os deputados estaduais que fazem parte da base para discutir a importância dos empréstimos.

Bárbara Rodrigues
Teresina
Germana Chaves
Teresina
11/09/2019 17h58

O deputado estadual Gessivaldo Isaías (PRP) afirmou nesta quarta-feira (11) que na reunião ocorrida no Palácio de Karnak, com 26 deputados estaduais, o governador Wellington Dias (PT) explicou sobre os pedidos de empréstimos que somam o valor de R$ 2 bilhões.

O parlamentar acredita que empréstimos vão ajudar a população.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Gessivaldo IsaíasGessivaldo Isaías

“O governador ontem apresentou a todos os deputados da base e foi detalhando o significado de cada empréstimo e onde iria atingir. Então há uma coerência. Ele está fazendo o que pode. Se tivermos mais recursos vamos poder aplicar mais. O que é importante, é que se esse empréstimo for feito, é para apoiar a população do Piauí”, explicou.

No empréstimo de R$ 1,5 bilhão, os recursos são para a área de infraestrutura e existe a possibilidade dos deputados indicarem algumas obras que podem ser realizadas. Questionado se essa indicação das obras vai influenciar os parlamentares a votarem de forma favorável, o deputado Gessivaldo Isaías afirmou que isso não acontecerá com ele.

“Na verdade eu tenho a minha posição, tudo que vem para essa Casa para beneficiar a população, eu acompanho. Eu não preciso de cota, não preciso de dinheiro, tenho a minha vida limpa, não preciso indicar obra, até porque eu fui eleito sem prefeito nenhum. Não tem um prefeito no estado do Piauí que diga que votou no Gessivaldo, então não preciso de nada para votar no projeto”, destacou.

Os empréstimos

Os quatro projetos de lei são referentes a um empréstimo de R$ 1,5 bilhão; um empréstimo de até U$ 115 milhões de dólares, que com base na unidade do valor do dólar nessa terça-feira, que está em U$ 4,12, fica um valor de R$ 417,8 milhões (esse valor pode aumentar ou diminuir, de acordo com a cotação do dólar); também tem uma outra operação de crédito em R$ 100 milhões e por fim uma operação de crédito que se trata de uma restruturação de uma dívida de R$ 1,2 bilhão, onde o governo busca conseguir trocar ela por outra de mesmo valor, mas pagando uma taxa de juros menor e aumentando o prazo de pagamento.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Osmar diz que Wellington conta com deputados para aprovar empréstimos

Wellington Dias se reúne com deputados para tratar sobre empréstimos

Governo encaminha para Alepi pedido para empréstimo de R$ 2 bilhões