Teresina - PI

Greco prende acusados de sequestrar gerente de banco em Teresina

De acordo com o delegado Tales Gomes, as prisões ocorreram nas cidades de Teresina e Timon, após investigações do GRECO.

Brunno Suênio
Teresina
Jonas Carvalho
Teresina
30/01/2020 09h42 - atualizado 12h00

Dois homens identificados pelas iniciais J. C. P. B, de 51 anos, e C. R. de S. D, de 28 anos, foram presos na manhã desta quinta-feira (30), pelo Grupo de Repreensão ao Crime Organizado – GRECO – acusados de crime de extorsão mediante sequestro, modalidade conhecida como “sapatinho” contra funcionários de agências bancárias na cidade de Teresina.

O caso apurado pela Polícia Civil se trata de um gerente de banco que foi rendido no dia 17 de dezembro de 2019 em um supermercado de Teresina. A vítima foi levada para casa e teve a família feita de refém. O mesmo grupo criminoso também é autor do sequestro ao gerente do Banco do Brasil de Caxias-MA no dia 07 de janeiro de 2020.

De acordo com o delegado Tales Gomes, as prisões ocorreram nas cidades de Teresina e Timon, após investigações do GRECO. Os levantamentos identificaram que os suspeitos tinham como alvos pessoas que tinham movimentação junto aos cofres das instituições financeiras e eram consideradas o meio de acesso dos bandidos para o dinheiro dos bancos.

Durante o cumprimento dos mandados de prisão e busca foram apreendidos maconha, balança de precisão e munições calibre 38. Os investigados incorreram em crime de extorsão mediante sequestro.

Mais conteúdo sobre: