Polícia

Greco prende quadrilha acusada de arrombar banco em Castelo do Piauí

Segundo informações da Polícia Civil, foram apreendidos ainda materiais utilizados na tentativa de roubo ao banco.

Nayrana Meireles
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
21/02/2019 07h26 - atualizado 07h46

Greco prende acusados de arrombar banco em Castelo do Piauí

Os policiais do Grupo de Repreensão ao Crime Organizado (Greco), em conjunto com a Diretoria de Inteligência da Polícia Civil, Divisão de Operações Especiais (DOE) e do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) prenderam na madrugada desta quinta-feira (21), os acusados de arrombar a agência do Bradesco na cidade de Castelo do Piauí, na última terça-feira (19).

Foram apreendidos ainda mais materiais utilizados durante o crime.

Em entrevista ao GP1, o comandante do Grupamento de Policiamento Militar de Castelo do Piauí, sargento Gomes, disse que além dos assaltantes a polícia chegou até um homem identificado como André. Segundo o comandante, ele foi o responsável por repassar informações privilegiadas sobre a movimentação dos policiais militares no GPM para que a quadrilha pudesse agir.

O crime

Uma quadrilha fortemente armada arrombou a agência do Bradesco de Castelo do Piauí, durante a madrugada desta terça-feira (19), e metralhou duas viaturas da Polícia Militar.

De acordo com o comandante do Grupamento de Policiamento Militar (GPM) do município, sargento Gomes, os bandidos chegaram na cidade por volta de 1h20 em dois veículos, um Fiorino branco e um Sandero prata, e se dividiram para a executar a ação. “Uma parte foi para o banco e a outra veio aqui para o GPM e efetuou vários disparos tanto na viatura, como no prédio. Mas lá no banco eles não levaram nada, pois não conseguiram abrir o cofre”, explicou o comandante.

Ainda segundo o sargento Gomes, após a ação malsucedida a quadrilha fugiu em direção a São João da Serra. “Lá tem uma estrada que dá acesso a Santa Cruz dos Milagres, mas eles não conseguiram atravessar o rio, que está muito cheio. Então eles abandonaram os dois veículos na beira do rio e fugiram a pé. No local já têm equipes da Companhia da Polícia Militar de São Miguel, Força Tática de Campo Maior e do BOPE”, acrescentou.

Os bandidos utilizaram espingardas calibre .12 e fuzis .556 e apesar da violência utilizada nenhum policial chegou a ser alvejado com os tiros.

Na agência bancária, eles preservaram os dois terminais de autoatendimento e foram até ao cofre. No local havia também armamentos dos vigilantes do banco, que foram roubados pela quadrilha. “Os vigilantes ficam na agência até fechar o banco e depois eles deixam o armamento, pois não possuem o porte das armas. Os bandidos chegaram lá e aproveitaram”, pontuou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

PM apreende dinamite em carros usados por bandidos em Castelo do Piauí

Bandidos metralham viaturas da PM e arrombam banco em Castelo do Piauí

Mais conteúdo sobre: