Altos - PI

Homem é condenado a 17 anos de prisão por homicídio em Altos

Edilson foi a julgamento pelo Tribunal Popular do Júri que foi presidido pela juíza Andréa Parente Lobão Veras.

Wanessa Gommes
Teresina
22/07/2018 18h46 - atualizado 18h46

Na última quinta-feira (19), Edilson Soares de Medeiros, mais conhecido como “Lucas”, foi condenado a 17 anos e 6 meses de reclusão em regime fechado pelo assassinato de Daniel Joaquim Gomes, ocorrido em 2007, na zona rural de Altos. Edilson foi a julgamento pelo Tribunal Popular do Júri, que foi presidido pela juíza Andréa Parente Lobão Veras. Ele foi condenado pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil e utilizando-se do emprego do meio cruel.

Segundo denúncia do Ministério Público do Estado, no dia 06 de março de 2007, por volta das 21h, nas proximidades de uma chácara situada no bairro Baixão do São José, zona rural de Altos, Edilson assassinou Daniel Joaquim Gomes, que encontrava-se desarmado, com 13 facadas. O motivo seria comentários feitos pela vítima a amigos acerca do passado criminoso do condenado, em virtude da prática de outros crimes nos Estados de Goiás e Tocantins.

"Este crime, à época dos fatos, causou grande repercussão na sociedade local, onde a população clamava por justiça em virtude da violência e da covardia do crime cometido", declarou o promotor de Justiça João Malato Neto, coordenador do Grupo de Apoio aos Promotores de Justiça com Atuação no Tribunal do Júri (GAEJ).