Teresina - PI

Homem é executado com 12 tiros e amante é baleada em Teresina

Segundo informações do sargento Quixaba, CPU do 8º Batalhão da Polícia Militar, Evandro e a amante estavam deitados em uma rede, na varanda da casa dela, quando foram surpreendidos.

Nayrana Meireles
Teresina
07/02/2020 07h52 - atualizado 08h03

Um homem identificado como Evandro Moreira Feliz, de 43 anos, foi executado com pelo menos 12 tiros no início da madrugada desta sexta-feira (07), por volta de meia-noite, na Avenida Luiz Vieira, bairro Bom Princípio, zona sudeste de Teresina. Uma mulher, que mantinha um romance extraconjugal com Evandro, identificada como Flaviana Maria Araújo Nascimento, de 22 anos, também foi baleada.

Segundo informações do sargento Quixaba, CPU do 8º Batalhão da Polícia Militar, Evandro e a amante estavam deitados em uma rede, na varanda da casa dela, quando foram surpreendidos. "Os dois estavam na casa da mulher deitados em uma rede. Foi então que surgiu um carro vermelho e dele desceram algumas pessoas. Efetuaram 17 disparos, sendo que 12 atingiram ele, que morreu na hora e três atingiram a moça", relatou o sargento.

  • Foto: Fábio Wellington/GP1Departamento de Homicídios (DHPP) no local do crimeDepartamento de Homicídios (DHPP) no local do crime

Evandro Moreira foi atingido por todo o corpo e não chegou a ser socorrido. Já Flaviana foi atingida com três tiros, sendo um no abdômen e dois no braço. Ela foi socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Ainda de acordo com o sargento, a polícia acredita que o crime pode se tratar em uma rixa relacionada ao crime de tráfico de drogas, pois Evandro já havia sido ameaçado. "Nós já temos suspeitas de quem possa ter cometido o crime, mas não podemos dar mais detalhes para não atrapalhar as investigações. Ele já tinha sido ameaçado uma semana antes. Duas pessoas ameaçaram ele. Acreditamos que tem algo relacionado ao tráfico de drogas", completou o sargento.

A Polícia Militar isolou o local do crime até a chegada da perícia criminal e do Instituto de Medicina Legal (IML), que fez a remoção do corpo da vítima. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), vai investigar o caso.

Estado de saúde de Flaviana

Segundo a assessoria de comunicação do HUT, Flaviana deu entrada na unidade de saúde por volta de 0h44. Ela passou por cirurgia, fez uma laparotomia exploradora e está na sala de recuperação consciente e orientada.