Batalha - PI

Homem que matou esposa é condenado a 19 anos de prisão em Batalha

A decisão foi dada pela juíza Lidiane Suely Marques Batista no último dia 27 de outubro deste ano.

Davi Fernandes
Teresina
28/10/2020 17h46 - atualizado 17h48

O Tribunal Popular do Júri condenou Luiz Alves Ferreira a 19 anos e 05 meses de prisão pelo crime de feminicídio contra Maria dos Remédios de Sousa Coêlho. Ela foi ssassinada com golpes de facão na zona rural de Batalha no dia 03 de abril de 2016. A decisão foi dada pela juíza Lidiane Suely Marques Batista no último dia 27 de outubro deste ano.

A vítima estava há um mês separada de Luiz Alves, quando deslocou-se até a residência do acusado no intuito de pegar alguns objetos pessoais. Ela foi então abordada e em seguida, recebeu três golpes de facão, sendo que duas a atingiram no coração. O réu empreendeu fuga do local, levando a arma do crime.

“Esse crime, à época dos fatos, causou grande repercussão na sociedade de Batalha, fazendo com que a população local clamasse por justiça em virtude da violência e da covardia de mais um crime de feminicídio cometido”, destacou o promotor João Malato Neto.

Relembre o caso

Maria dos Remédios de Sousa Coêlho foi morta a golpes de facão na zona rural de Batalha, cidade a 157 km da Capital, ao Norte do Piauí, no dia 03 de março de 2016. O autor do crime foi o ex-marido da vítima, Luís Alves Ferreira.

NOTÍCIA RELACIONADA

Marido mata a esposa com golpes de facão em Batalha