Política

IML diz que Maluf tem doença grave, mas pode ficar na Papuda

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) diz que Maluf não precisa de "cuidados contínuos que não possam ser prestados" na Papuda.

Andressa Martins
Teresina
26/12/2017 17h12 - atualizado 17h14

Um laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Brasília concluiu que o deputado federal Paulo Maluf (PP/SP) não precisa de ‘cuidados contínuos que não possam ser prestados’ no Complexo Penitenciário da Papuda. Maluf foi preso na última sexta-feira (22) e deve cumprir pena de 7 anos e 9 meses de prisão porlavagem de dinheiro.

  • Foto: Felipe Rau/Estadão ConteúdoPaulo MalufPaulo Maluf

O documento foi assinado pelos legistas Hildeci Jose Resende e Gustavo Edreira Neves e diz que o deputado sofre de uma doença grave e ‘deverá ter acompanhamento ambulatorial especializado’. Paulo Maluf apresenta alterações degenerativa na coluna lombar e adenocarcinoma metastático de próstata.

“Apesar de apresentar-se clinicamente bem no presente momento, existe a possibilidade de deterioração progressiva e até mesmo rápida do quadro clínico a depender do comportamento evolutivo do câncer de próstata”, constatou o documento.

Mais conteúdo sobre: