Brasil

Jair Bolsonaro rebate Joe Biden e diz que não vai aceitar suborno

Biden acusou o Brasil de estar queimando a Amazônia e ameaçou consequências econômicas caso as queimadas na floresta não cessem.

Andressa Martins
Teresina
30/09/2020 13h18 - atualizado 13h20

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) rebateu o candidato a presidente dos Estados Unidos do partido Democrata, Joe Biden, em suas redes sociais nesta quarta-feira (30). O candidato disse que poderia conseguir US$ 20 bilhões (R$ 112 bilhões) para a Amazônia e Bolsonaro rebateu afirmando que não vai aceitar “subornos”.

A fala do candidato Joe Biden aconteceu na terça-feira (29) durante um debate com o presidente Donald Trump. Biden acusou o Brasil de estar queimando a Amazônia e ameaçou consequências econômicas caso as queimadas na floresta não cessem.

“O que alguns ainda não entenderam é que o Brasil mudou. Hoje, seu presidente, diferentemente da esquerda, não mais aceita subornos, criminosas demarcações infundadas ameaças. Nossa soberania é inegociável”, escreveu Bolsonaro.

- O candidato à presidência dos EUA, Joe Biden, disse ontem que poderia nos pagar U$ 20 bilhões para pararmos de "...

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Wednesday, September 30, 2020

“A cobiça de alguns países sobre a Amazônia é uma realidade. Contudo, a externarção por alguém que disputa o comando de seu país sinaliza claramente abrir mão de uma convivência cordial e profícua”, continuou o presidente do Brasil.

Bolsonaro ainda disse que o Brasil está atuando “sem precedentes para proteger a Amazônia” e lamentou a postura do candidato democrata.

NOTÍCIA RELACIONADA

Em debate, Biden cita Brasil para atacar ação ambiental de Trump

Mais conteúdo sobre: