Cocal - PI

Juíza decreta preventiva de acusado de atirar na própria mãe em Cocal

A decisão foi assinada pelo juiz de direito do Núcleo de Plantão de Parnaíba, Max Paulo Soares de Alcântara, nesse domingo (08).

Brunno Suênio
Teresina
10/11/2020 11h08 - atualizado 11h12

Juiz de direito do Núcleo de Plantão de Parnaíba, Max Paulo Soares de Alcântara, converteu em preventiva a prisão em flagrante do homem identificado como Eduardo Ferreira dos Santos, acusado de efetuar um disparo de arma de fogo que atingiu a própria mãe durante uma briga entre ele e um irmão, ocorrida na noite da última sexta-feira (06). A decisão foi assinada nesse domingo (08).

Na decisão, o juiz ressaltou a necessidade da manutenção da prisão de Eduardo Ferreira que “tinha o manifesto propósito de tirar a vida do irmão Antônio, ação interrompida pela intervenção da mãe que interceptou o disparo com o próprio corpo. A gravidade do intento e a possibilidade de sua perpetuação merece acautelamento judicial, com a excepcional manutenção do cerceamento da liberdade, pelo menos no atual momento processual”, diz trecho da decisão.

O magistrado relatou ainda outros eventos de violência doméstica que envolvem Eduardo Ferreira dos Santos, como uma ação anterior que havia sido extinta no ano de 2012, após retratação da vítima.

Diante dos fatos, o juiz demonstrou a adequada a prisão em “manifesto propósito homicida e o comportamento ilícito e desafiador indicado pelas testemunhas, traz descrédito a eventuais compromissos por ele assumidos e torna certa a necessidade de acautelamento mais severo, com o cerceamento da liberdade”, finalizou.

Eduardo Ferreira dos Santos foi transferido para a Penitenciária Mista de Parnaíba na manhã dessa segunda-feira (09).

Entenda o caso

Uma idosa identificada como Rita Maria dos Santos foi baleada na perna ao tentar separar briga entre os dois filhos na noite dessa sexta-feira (06), na comunidade Gangorra, zona rural do município de Cocal, região Norte do estado do Piauí.

Em entrevista ao GP1, o soldado Márcio Nilo, da Polícia Militar do Piauí, contou que no momento da briga os dois irmãos estavam embriagados. Segundo ele, a idosa foi atingida por um tiro de espingarda.

“Esses dois indivíduos estavam bêbados e iniciaram uma briga, sendo que em um determinado momento, um deles pegou uma espingarda para atirar no outro. Nesse hora, uma senhora que é mãe deles, tentou intervir e foi atingida com um disparo na perna, quando o rapaz que seria baleado segurou no cano da arma e colocou para baixo. Ela foi socorrida e encaminhada para o hospital”, informou.

NOTÍCIA RELACIONADA

Mãe é baleada ao tentar separar briga entre filhos em Cocal

Mais conteúdo sobre: