Teresina - PI

Justiça realizará nova audiência sobre a tragédia de Algodões

O relator do processo, desembargador Brandão de Carvalho, informou que uma nova audiência será realizada na próxima sexta-feira (07), às 10h00.

CARLOS GAETH
06/04/2017 11h17 - atualizado 11h19

Uma audiência em que se desejava um acordo entre Estado e as vítimas da Barragem de Algodões, que foi realizada nesta quarta-feira (05), na sede do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), no centro de Teresina, terminou sem que houvesse uma decisão final. O relator do processo, desembargador Brandão de Carvalho, informou que uma nova audiência será realizada na próxima sexta-feira (07), às 10h e que será mais uma oportunidade para que ambas as partes entrem em um acordo.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Tribunal de  Justiça do PiauíTribunal de Justiça do Piauí

Na sessão de sexta-feira, o julgamento deverá contar com a presença do governador Wellington Dias ou algum representante. Caso não ocorra nenhum acordo, o desembargador Brandão de Carvalho decidirá o pleito de forma monocrática.

Tragédia de algodões

A Barragem de Algodões rompeu em Maio de 2009, no município de Cocal, norte do Piauí. Nove pessoas vieram à óbito, a associação das vítimas afirma que 604 famílias foram atingidas pelo acidente e procuram na justiça uma indenização pelo danos sofridos.