Piauí

Lista tríplice para escolha do reitor da UFPI será enviada terça para o MEC

Caso a lista tríplice não seja enviada para o MEC até dia 18 de setembro, o presidente Jair Bolsonaro deve nomear o novo reitor.

Andressa Martins
Teresina
05/09/2020 17h10 - atualizado 17h14

Após decisão do juiz Brunno Christiano Carvalho Cardoso, da 5ª Vara Federal da Seção Judiciária do Piauí, na próxima terça-feira (8) será dado segmento ao processo de escolha do novo reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Com a definição, o Conselho Universitário (Consun) vai se reunir para realizar o Colégio Eleitoral, que vai elaborar uma lista tríplice com três chapas ao Ministério da Educação. É o MEC que escolherá um dos nomes como novo reitor da instituição. Caso a lista tríplice não seja enviada para o MEC até dia 18 de setembro, o presidente Jair Bolsonaro deve nomear.

  • Foto: Lucas Dias/GP1UFPIUFPI

Eleições

As eleições para novo reitor da UFPI aconteceram no dia 12 de agosto e foram alvo de críticas sobre possíveis irregularidades durante seu processo. O reitor Arimatéia Dantas Lopes negou que tenha havido manobras para beneficirl qualquer que seja o candidato.

Com o voto docentes, discentes e técnicos que fazem parte da instituição, o candidato que obteve o maior número de votos foi o professor Gildásio Guedes, que recebeu 4.987 votos. Em seguida ficou Nadir Nogueira, com 4.168 votos e André Macedo, com 3.864.

Embora tenha vencido as eleições no número total de votos, Gildásio configurou em terceiro lugar na lista. Isto porque o voto dos professores da instituição tem peso de 70%, enquanto dos servidores técnico-administrativos e alunos tem peso de 15%.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Justiça nega pedido e mantém processo eleitoral para reitor da UFPI

Gildásio Guedes nega irregularidades em candidatura a reitoria da UFPI

Arimatéia Dantas nega favorecimento a candidato na eleição da UFPI

Justiça Federal suspende processo eleitoral da UFPI

Mais conteúdo sobre: