Brasil

Luciano Huck comprou jatinho de R$ 17,7 milhões com ajuda do BNDES

Luciano Huck fez a compra por meio da Brisair Serviços Técnicos e Aeronáuticos Ltda, da qual ele e a esposa Angélica são sócios e o banco Itaú agiu como instituição financeira intermediária.

BÁRBARA RODRIGUES
DE TERESINA
12/02/2018 13h35 - atualizado 13h37

A Folha de São Paulo publicou nessa segunda-feira (12) que o apresentador Luciano Huck usou o BNDES Finame (Financiamento de Máquinas e Equipamentos) para conseguir um empréstimo de R$ 17,7 milhões para a aquisição de um jatinho particular da Embraer no ano de 2013.

O jatinho foi comprado por meio do Programa de Sustentação do Investimento (PSI), que destinava-se a financiar investimentos de empresas, compra de bens de capital, como máquinas e equipamentos, ações de pesquisa e desenvolvimento e exportações.

  • Foto: Facebook/Luciano HuckApresentador Luciano HuckApresentador Luciano Huck

Luciano Huck fez a compra por meio da Brisair Serviços Técnicos e Aeronáuticos Ltda, da qual ele e a esposa Angélica são sócios e o banco Itaú agiu como instituição financeira intermediária. A compra foi feita com juros de 3% ao ano e com 114 meses de amortização para o pagamento, sendo que a taxa Selic fico em 10,8% ao ano desde a aquisição.

A Folha de São Paulo afirmou que o programa oferecia juros subsidiados, onde parte do empréstimo era coberto pelo Tesouro Nacional, já que a correção era inferior aos 6,75% da Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP). O Tesouro também bancava a diferença entre a Selic e a TJLP nos empréstimos via PSI.

  • Foto: ReutersAvião semelhante ao que o apresentador Luciano Huck comprouAvião semelhante ao que o apresentador Luciano Huck comprou

Candidatura à presidência

Apesar de negar oficialmente o interesse em ser candidato à presidência da república, o apresentador Luciano Huck tem conversado com vários partidos políticos, entre eles o PPS que tem interesse na sua candidatura nas eleições deste ano. Ele ainda tem o apoio de Fernando Henrique Cardoso, que defendeu a sua participação na disputa.

Outro lado

A assessoria de Luciano Huck destacou a legalidade da compra por meio do programa de financiamento, afirmando que “o Finame é um programa do BNDES de incentivo à indústria nacional, por isso financia os aviões da Embraer".

Destacou ainda a necessidade do avião, já que o apresentador da TV Globo, usaria o jatinho pelo menos duas vezes por semana para gravar o programa “Caldeirão do Huck”. Segundo o registro na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave comporta oito passageiros e pertence atualmente ao Itaú, sendo a Brisair, empresa que Huck é sócio, a sua operadora.

Já o BNDES afirmou que as taxas foram concedidas com base nas condições vigentes no ano de 2013 e que foram “definidas pelo Programa de Sustentação do Investimento (PSI), vigente à época, com taxas de juros fixas entre 3% a.a. e 3,5% a.a.".

Segundo o banco “até dezembro de 2017, havia 1.036.572 operações registradas no BNDES com as condições do PSI, o que demonstra a pulverização do programa entre milhares de empresas de todo o Brasil". Explicou que o BNDES Finame é concedido com base em agentes financeiros credenciados e que analisam o risco de crédito e decidem pela concessão do financiamento.

Mais conteúdo sobre: