Política

Lula e Palocci no banco dos réus por propina da Odebrecht

Juiz Vallisney de Oliveira acolheu denúncia da Procuradoria contra ex-presidente e seu ex-ministro e delator por supostamente terem acertado o recebimento, em 2010, de R$ 64 milhões da empreiteira.

Por  Estadão Conteúdo
06/06/2019 16h41 - atualizado 16h56

O juiz Vallisney de Oliveira da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, aceitou nesta quarta, 5, denúncia por corrupção apresentada contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o empresário Marcelo Odebrecht e os ex-ministros Antonio Palocci e Paulo Bernardo.

Lula e Palocci são acusados de terem acertado o recebimento de R$ 64 milhões em troca do aumento do limite da linha de crédito para exportação de bens e serviços entre Brasil e Angola, em benefício da Construtora Odebrecht. Segundo os autos, a autorização pelo Governo Brasileiro teria sido de US$ 1 bi.

COM A PALAVRA, O EX-PRESIDENTE LULA

A reportagem tenta contato com o ex-presidente. O espaço está aberto para manifestação.

COM A PALAVRA, O EX-MINISTRO ANTONIO PALOCCI

A reportagem tenta contato com o ex-ministro. O espaço está aberto para manifestação.

COM A PALAVRA, O EX-MINISTRO PAULO BERNARDO

A reportagem tenta contato com o ex-ministro. O espaço está aberto para manifestação.

COM A PALAVRA, O EMPRESÁRIO MARCELO ODEBRECHT

A reportagem tenta contato com o empresário. O espaço está aberto para manifestação.

Mais conteúdo sobre: