Política

Mainha diz que foi rejeitado pelo governador Wellington Dias

"Disse ao governador que fui preterido. Para mim a desculpa de ter um técnico não me convenceu", disparou Mainha.

Germana Chaves
Teresina
07/05/2019 12h26 - atualizado 12h42

O ex-deputado federal Maia Filho, o Mainha (Progressistas) comunicou ao governador Wellington Dias, por meio de mensagem, que não vai aceitar a direção da Companhia Metropolitana de Transporte Público (CMTP).

Mainha revelou que em um trecho da mensagem reforçou ao governador que se sentiu rejeitado na briga pela Secretaria do Meio Ambiente, já que a pasta ficou na cota da deputada federal Margarete Coelho, que escolheu a irmã Sádia Castro para o cargo.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Deputado federal Mainha Deputado federal Mainha

"Decidi enviar a mensagem e não ir novamente conversar até para não acharem que quero barganhar alguma coisa. Disse ao governador que fui preterido. Para mim a desculpa de ter um técnico não me convenceu", disparou Mainha.

O ex-deputado também confirmou que Wellington Dias sinalizou para a possibilidade de ele assumir uma vaga na Câmara até o final de 2019. "Realmente isso foi falado, mas é algo mais inconsistente, haja vista, que ele não se sente na obrigação de convocar alguém para que eu retorne à Câmara", disse o ex-parlamentar.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ex-deputado Mainha pode retornar à Câmara Federal este ano

Margarete nega atrito com Mainha e explica indicação de Sádia

Wellington Dias oferece Companhia Metropolitana de Transporte para Mainha

Mais conteúdo sobre: