Brasil

Maluf deixa a sede da Polícia Federal em SP e segue para Brasília

Condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o deputado ficará preso no Complexo da Papuda, no Distrito Federal.

Nayrana Meireles
Teresina
22/12/2017 13h37 - atualizado 13h39

O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), deixou a sede da Polícia Federal em São Paulo por volta das 11h (horário de Brasília) desta sexta-feira (22), para ser transferido para o Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, onde vai cumprir pena de 7 anos e 9 meses de prisão numa condenação por lavagem de dinheiro.

A urgência para a transferência ocorre após a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, negar nesta quinta-feira (21), o pedido da defesa para suspender a prisão do deputado federal.

Maluf se entregou na manhã de quarta-feira (20) à Polícia Federal e já teve a transferência determinada para uma ala de idosos do presídio da Papuda em Brasília. Nesta sexta-feira (22), a diretoria-geral da Câmara dos Deputados determinou a suspensão do pagamento dos salários de Maluf.

  • Foto: Felipe Rau/Estadão ConteúdoPaulo MalufPaulo Maluf

De acordo com informações do G1, a pressa para que Maluf fosse transferido ocorreu porque o juiz que irá decidir se ele pode cumprir prisão domiciliar disse que só irá definir após a realização de uma perícia médica que deve ser feita em Brasília.