Parnaíba - PI

Mão Santa devolve respiradores por não obedecerem especificações técnicas

A rescisão do contrato foi publicada no Diário Oficial de Parnaíba, na edição desse domingo (31/05).

Germana Chaves
Teresina
01/06/2020 13h35 - atualizado 16h49

O prefeito da cidade de Parnaíba, Mão Santa (DEM), devolveu dez ventiladores mecânicos comprados para o tratamento de pacientes contaminados com coronavírus (Covid-19). Os respiradores seriam usados para equipar o Hospital de Campanha Nossa Senhora de Fátima.

A justificativa da Prefeitura é que os dez equipamentos, que totalizam R$ 1.215,000,00 (um milhão duzentos e quinze mil reais), não correspondem às especificações técnicas contratadas conforme nota expedida pela Equipe Técnica do hospital.

A rescisão do contrato foi publicada no Diário Oficial de Parnaíba, na edição desse domingo (31/05). “Os equipamentos ofertados não correspondem às especificações técnicas contratadas, para o tratamento de pacientes com COVID-19, conforme NOTA TECNICA expedida pela Equipe Técnica do Hospital de Campanha Nossa Senhora de Fatima/Prefeitura Municipal de Parnaíba. VALOR GLOBAL: R$ 1.215,000,00 (um milhão duzentos e quinze mil reais)”, detalha um trecho do extrato do termo de rescisão publicado no Diário do Município ontem.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Ex-governador Mão Santa também foi para a solenidadeMão Santa

Nota de esclarecimento

A Equipe Técnica da Prefeitura de Parnaíba, nomeada pelo Prefeito Francisco de Assis Moraes Souza (Mão Santa), testou os respiradores (ventiladores mecânicos) que vieram para o Hospital. N. S. de Fátima e, por não atenderem às especificações que são necessárias para o uso em pacientes com COVID-19, emitiu um laudo técnico desaconselhando o recebimento dos mesmos, razão pela qual foi realizada a devolução dos referidos respiradores.

O Prefeito Mão Santa exige teste técnico de qualquer equipamento e material, com atesto de laudo técnico da equipe composta por médicos, enfermeiros e fisioterapeutas. A Prefeitura de Parnaíba trabalha com transparência e austeridade. Procedeu-se, portanto, à imediata rescisão contratual unilateral por parte da Prefeitura de Parnaíba.

O Hospital de Campanha Nossa Senhora de Fátima abre o setor de enfermarias com leitos e estabilização, e a Prefeitura de Parnaíba lança edital para compra de respiradores que, devido à grande procura no Brasil e no mundo, não se tem encontrado com tanta facilidade para entrega. A Prefeitura de Parnaíba informa ainda que nenhum valor foi repassado ao fornecedor, pois o pagamento foi condicionado ao resultado positivo dos testes realizados pela equipe técnica.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mão Santa e Valdeci Cavalcante discutem reabertura do comércio

Prefeito Mão Santa recorre ao STF para reabrir comércio em Parnaíba

MP alerta Mão Santa sobre medidas em relação ao coronavírus

Mais conteúdo sobre: