Teresina - PI

Marcado julgamento de acusado de matar homem a tiros na Cerâmica Cil

O julgamento de Antônio Walys Santos de Carvalho foi marcado pela 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri de Teresina do Tribunal de Justiça do Piauí, para o dia 21 de janeiro de 2020, às 11h30.

Davi Fernandes
Teresina
07/12/2019 06h06 - atualizado 08h46

A 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri de Teresina do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), marcou para o dia 21 de janeiro de 2020, às 11h30, o julgamento de Antônio Walys Santos de Carvalho, acusado de matar José Antônio de Lira a tiros em setembro do ano passado. A vítima tinha passagens pela polícia pelo crime de estupro.

Antônio Walys foi denunciado pelo Ministério Público do Piauí (MPPI), no dia 5 de agosto deste ano, que foi recebida pelo juiz titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Antônio Reis de Jesus Nollêto. Nos autos, foram citadas a materialidade do crime, comprovada pelo laudo cadavérico da vítima.

Relembre o caso

José Antônio de Lira foi assassinado no dia 2 de setembro no povoado Cerâmica Cil, na zona sul da cidade de Teresina. Segundo informações da Polícia Militar do Piauí, a vítima tinha passagens pela polícia, inclusive pelo crime de estupro.

Mais conhecido como “Tontonho do Saci”, morreu após ser alvejado com dois disparos de arma de fogo, por volta das 21h30 em uma rua do povoado Cerâmica Cil.

Segundo informações do major Mello, do 17º Batalhão da Polícia Militar, Tontonho do Saci havia se envolvido em uma briga em uma festa antes de morrer.

NOTÍCIA RELACIONADA

Homem é assassinado a tiros no povoado Cerâmica Cil em Teresina

Mais conteúdo sobre: