Teresina - PI

Marina Silva lança programa Renda Jovem em visita a Teresina

“Com o dinheiro da corrupção a gente pode pagar uma bolsa para os jovens não saírem da escola, eu estou aqui para anunciar em primeira mão o programa Renda Jovem", anunciou.

Wanessa Gommes
Teresina
Débora Dayllin
Teresina
27/09/2018 16h40 - atualizado 18h12

Presidenciável Marina Silva durante visita a Teresina

A candidata a presidente do Brasil, Marina Silva (Rede), juntamente com seu candidato a vice, Eduardo Jorge, estão em Teresina cumprindo agenda de campanha. Nesta tarde, ela lançou o programa Renda Jovem, que será implantado caso ela seja eleita. O evento aconteceu na Cincacre, localizada na Vila Irmã Dulce, zona sul.

Marina explicou como vai funcionar o programa: “Com o dinheiro da corrupção a gente pode pagar uma bolsa para os jovens não saírem da escola, eu estou aqui para anunciar em primeira mão o programa Renda Jovem. Nós vamos pegar o equivalente a 8% do Bolsa Família para criar o programa para que o jovem receba uma bolsa para terminar o ensino médio. Você entra no ensino médio, no primeiro ano você recebe um depósito na sua poupança, se você passar para o segundo ano aumenta mais R$ 200,00, no terceiro ano você aumenta mais a sua poupança, e se você concluir o ensino médio você terá uma poupança de R$ 3.700 reais, ou para continuar o estudo ou pra você desenvolver uma profissão, abrir o seu primeiro negócio, é muito bom”, declarou.

“O programa é para os jovens de 15 a 19 anos, que estão no bolsa família, crianças pobres que saem da escola às vezes para trabalhar porque não têm uma perspectiva de vida. Esse programa já aconteceu no Rio de Janeiro e teve bons resultados, aqui no Piauí, com apoio do Banco Mundial, tem uma bolsa de R$ 1.500, por uma questão de justiça, porque não faço política com mentira, quero dizer que a partir de 2020 esse programa existirá aqui para uma parte dos jovens pobres”, afirmou.

Ainda de acordo com Marina, mais creches serão construídas: “Vamos criar mais 10 bilhões de vagas em creches, vamos colocar todas as crianças na escola, hoje, são 500 mil crianças que estão fora da escola, os professores serão bem remunerados, bem treinados, haverá o controle de carreira dos professores, escolas de dois turnos para que as nossas crianças não tenham que ficar na rua, sendo disputadas pelo tráfico, ajudar as mulheres, pois com as creches elas podem voltar a estudar, podem trabalhar e vão ter aonde deixar o seu filho”, garantiu.

Saúde

Marina apresentou também proposta para a área da Saúde: “Na parte de saúde, hoje, você leva meses para marcar uma consulta, meses para poder fazer um exame, quem tem câncer morre na fila da quimioterapia, uma saúde que não funciona. Eduardo propões e vamos dividir o Brasil em quatrocentas regiões, cada uma com capacidade de dar cobertura a 500 mil pessoas, vamos ampliar o atendimento dos postos de saúde”, disse.

Luiz Ayrton

O candidato a vice-governador de Elmano Férrer (Podemos), Luiz Ayton (PV), esteve presente no evento e falou da visita da presidenciável: “A gente está extremamente empolgado com a vinda da Marina ao lado de Eduardo Jorge, um dos maiores médicos do nosso país com história de vida de colaboração das mais diferentes formas, desde a criação do SUS a programas ligados a distribuição de medicamentos, principalmente, para as comunidades mais pobres”, elogiou.

“Eles têm coluna daquilo que a gente de melhor fez na área da saúde, da educação, da sobrevivência das pessoas, o brasileiro tem na Marina essa opção consagrada, de estar ao lado de pessoas que realmente estão comprometidas e preocupada com a vida da população brasileira”, assegurou.

Cincacre

Irmã Graça, fundadora do Projeto Cincrare (Centro Integrado da Criança e Adolescente Cordeiro do Reino), e também candidata a deputada federal pela Rede, explicou a importância da visita da presidenciável: “Marina agrega e ela traz vitamina pra nossa campanha, por nossa campanha ser tão semelhante, franciscana, ela vai trazendo mais subsídio, mais sustentabilidade e temos a oportunidade com a imprensa de me ver, porque o nosso tempo é muito curto, então dessa maneira agradecemos demais, somos muito gratos, recebemos Marina de braços abertos, não só uma amiga, mas é uma irmã em cristo, uma irmã de convivência”.

“Nosso projeto existe desde 1999 e com Marina vindo, porque já é a segunda vez que ela vem ao nosso projeto, ele ganha um ‘boom’, as crianças ficam motivadas”, declarou.

O Cincacre dedica-se a implementar ações na esfera educacional e social dos jovens promovendo melhor qualidade de vida para a comunidade da Vila Irmã Dulce.