Caxias - MA

Matar meu filho não resolveu o problema dele, diz mãe de Gabriel Brenno

“Tenho certeza que a essa hora ele deve ter se arrependido, deve ter colocado as mãos na cabeça e dito ‘o que foi que eu fiz?’ Porque não valeu a pena", disse a mãe.

Wanessa Gommes
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
24/07/2019 21h22 - atualizado 21h45

Amigos e familiares se despediram do jovem Gabriel Brenno, que morreu após ser baleado com um tiro na cabeça em frente à pensão onde morava em Teresina. Ele foi enterrado sob forte comoção, por volta das 17h30 desta quarta-feira (24), em Caxias, no Maranhão, cidade natal do jovem. O principal suspeito do crime é Deivid Ferreira de Sousa, que ainda está foragido.

O GP1 esteve em Caxias e acompanhou velório e sepultamento, que foi marcado por muita tristeza e homenagens.

A mãe de Gabriel, Janaina Nogueira, disse acreditar no arrependimento do acusado de matar Gabriel. “Tenho certeza que a essa hora ele deve ter se arrependido, deve ter colocado as mãos na cabeça e dito ‘o que foi que eu fiz?’ Porque não valeu a pena. Ele ter tirado a vida do meu filho não resolveu o problema dele e nem vai resolver”, afirmou.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Mãe do Gabriel BrennoMãe do Gabriel Brenno

Ela disse ainda que confia na polícia, mas confia mais na justiça divina. “É o que todo que está aqui quer, Justiça. Todo mundo está revoltado. Confio [no trabalho da polícia], mas confio mais na justiça divina, porque ele pode se esconder do homem, mas de Deus ele não se esconde”, desabafou.

Discurso emocionado

Durante o velório de Gabriel, Janaína fez uma discurso emocionado onde disse que tudo acontece quando Deus quer. "Acredito que tudo que Deus faz é bem feito, é na hora Dele, porque Ele é perfeito, não adianta a gente querer mudar o destino".

"Deus não escreve certo por linhas tortas, ele escreve certo, reto, a gente que não entende, não sabe ler. Eu agradeço por Deus ter me dado o Gabriel, por ele ter deixado ele passar esses 21 anos na minha vida, eu agradeço", afirmou.

O crime

Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira, de 21 anos, foi baleado na cabeça na manhã da última quarta-feira (17), por volta de 7h15, ao lado de um curso preparatório, na Rua Paissandu, no centro de Teresina. Depois de seis dias internado, Gabriel morreu às 5h45, da manhã do dia 23, no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Crime foi premeditado

Conforme os investigadores do 1º Distrito Policial, Deivid foi até a pensão, onde a vítima morava, no dia 1º de julho, tentou reservar um quarto dizendo que era técnico em radiologia e que, no dia 2 julho, ele voltou novamente, mas não conseguiu alugar o quarto.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Familiares e amigos se despedem de Gabriel Brenno em Caxias

Justiça expede mandado de prisão contra acusado de matar Gabriel Brenno

Corpo de Gabriel Brenno deixa Teresina para ser velado em Caxias-MA

Polícia conclui inquérito e diz que Gabriel Brenno foi morto por ciúmes

Vídeo mostra momento em que estudante Gabriel Brenno é baleado

Estudante Gabriel Brenno morre no Hospital de Urgência de Teresina

Estudante de 21 anos é baleado na cabeça na Rua Paissandu