Eleições 2020

MDB e Wellington Dias querem oposição unida em Teresina

"Todo mundo no segundo turno apoia o candidato que chegar ao segundo turno. Para que assim, a gente possa estar unido no segundo turno", disse Mádison.

Germana Chaves
Teresina
10/06/2020 11h18 - atualizado 11h39

O governador Wellington Dias (PT-PI) teve uma reunião presencial com a bancada de deputados do MDB nessa quarta-feira (09). Respeitando todas as orientações sanitárias devido a covid-19, eles trataram sobre diversos temas, entre eles, o processo eleitoral deste ano no Estado e, sobretudo, em Teresina.

O GP1 conversou com o deputado estadual João Mádison sobre encontro e ele disse que foi reforçado o alinhamento da oposição em um eventual segundo turno na Capital.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Wellington na companhia de João Mádison e ThemístoclesWellington na companhia de João Mádison e Themístocles

“Falamos sobre Teresina onde as oposições vão ter várias pré-candidaturas e depois todo mundo no segundo turno apoia o candidato que chegar ao segundo turno. Para que assim, a gente possa estar unido no segundo turno contra a atual gestão a frente da Prefeitura de Teresina. Foi uma conversa muito boa”, disse Mádison.

Pandemia também fez parte do diálogo. João Mádison disse que os deputados reforçaram o apoio a decisão do governador de iniciar a flexibilização de alguns setores econômicos do Estado.

“Nós reiterados e expressamos o nosso apoio a decisão do governador de começar a flexibilizar algumas atividades comerciais. Elogiamos as medidas adotadas para conter a doença, mas é mais do que momento de retornar aos poucos, de forma responsável. Tem muita gente passando dificuldade, desempregada, empresas falindo, então, precisamos tomar uma atitude”, ponderou o parlamentar.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Wellington discute retomada de atividades econômicas com deputados

João Mádison alerta que Estado quebrou e pede retorno do comércio