Piauí

Médico Glauco Tuquarre é alvo de processo na Justiça Federal

Caso seja condenado, o médico pode pegar até 8 anos de cadeia.

Gil Sobreira
Teresina
14/03/2019 12h42 - atualizado 12h53

A Justiça Federal no Piauí recebeu denúncia em ação penal contra o médico Glauto Tuquarre Melo do Nascimento, acusado pelo Ministério Público Federal de denunciação caluniosa, crime previsto no art. 339, do Código Penal.

Segundo a denúncia, no dia 18 de agosto de 2013, o médico ofereceu representação junto ao Ministério Público Federal para apurar supostas irregularidades em procedimentos cirúrgicos realizados no Hospital Geral de Caxias/MA, mediante pagamento de valores indevidamente cobrados pelo médico Alcides Vilarinho da Silva Filho. A Policia Federal instaurou inquérito cuja conclusão foi no sentido de que Glauto Tuquarre , dolosamente, imputou ao médico Alcides Vilarinho da Silva Filho, falsa prática de crime, mesmo ciente de sua inocência.

  • Foto: Facebook/Glauto TuquarreGlauto TuquarreGlauto Tuquarre

Defesa

Glauto Tuquarre foi citado e apresentou defesa onde alega ausência de justa causa ao argumento de que inexiste elemento probatório que indique ter oferecido a representação com a consciência de que se tratava de fato atípico e que não ficou evidenciado o dolo, uma vez que possuía indícios que o levavam a acreditar na existência dos fatos delituosos.

Despacho

Em despacho do dia 08 de fevereiro deste ano, o juiz Francisco Hélio Camelo Ferreira, da 1ª Vara Federal da Seção Judiciária do Piauí, designou para 10 de abril, às 09h, audiência, por meio de vídeo conferência, na qual serão ouvidas as testemunhas arroladas pela acusação e defesa.

Caso seja condenado o médico poderá pegar de de 2 a 8 anos de reclusão, e multa.

Outro lado

O médico Glauco Tuquarre não foi localizado pelo GP1.