Piauí

Médicos do Piauí decidem suspender paralisações temporariamente

A próxima reunião com o Governo do Estado irá acontecer na próxima terça-feira (18) e, a partir disso, a categoria irá decidir pela aceitação ou não da proposta.

Laura Moura
Teresina
14/06/2019 13h25

Os médicos lotados nos hospitais estaduais do Piauí decidiram suspender as paralisações temporariamente após uma reunião com representantes do Governo do Estado. A categoria iniciou, neste ano, um movimento grevista que tem como objetivo reivindicar por melhores condições de trabalho e pelo cumprimento da carreira médica.

A diretora do Sindicato dos Médicos do Piauí (Simepi), Lúcia Santos, explicou que uma nova reunião já foi marcada com o secretário de saúde, Florentino Neto, e que deve ocorrer na próxima terça-feira (18). Em seguida, a classe irá organizar uma assembleia que decidirá a aceitação ou não da proposta feita pelo Governo do Estado.

  • Foto: Divulgação/AscomMédicos realizam assembleia em TeresinaMédicos realizam assembleia em Teresina

“Tivemos uma reunião e já foi marcada um novo encontro com ele e com mais um outro secretário. Por isso, os médicos decidiram suspender as paralisações para ver a proposta do Governo do Estado, mas o movimento continua” explicou Lúcia Santos.

Paralisações

Neste mês, a categoria médica realizou uma paralisação entre os dias 05 e 07. Os profissionais ficaram concentrados no ambulatório azul do Hospital Getúlio Vargas (HGV) e, durante os três dias, foram suspensos todos os atendimentos eletivos, exames, cirurgias e consultas. No mês de maio deste ano, nos dias 06 e 07, a classe havia também realizado um outro protesto.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Médicos estaduais do Piauí iniciam paralisação nesta quarta-feira

Médicos do Piauí vão paralisar atividades novamente nesta quarta

Médicos paralisam atividades no Piauí e suspendem consultas