Política

Merlong quer que presidente do PT tenha capacidade de diálogo

“O critério opara definir é uma capacidade de dialogar com o partido internamente, mas também de dialogar com a sociedade. O PT nesse momento tem que ficar de olho no que pensa a sociedade", avaliou.

Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina
09/07/2019 12h05

O secretário de Governo do Piauí, Merlong Solano, disse em entrevista na manhã desta terça-feira (9) que vai utilizar o critério de facilidade de diálogo para definir em quem votar para o comando dos diretórios municipal e estadual. Segundo Merlong, o partido passa por uma crise após diversas críticas da sociedade.

“O critério opara definir é uma capacidade de dialogar com o partido internamente, mas também de dialogar com a sociedade. O PT nesse momento tem que ficar de olho no que pensa a sociedade. A sociedade vê com maus olhos a política de maneira geral, o partido foi colocado sob severas críticas”, afirmou.

  • Foto: Helio Alef/GP1Merlong SolanoMerlong Solano

No início das conversações sore a disputa pelo diretório, Merlong defendeu que houvesse um consenso em torno de um nome, mas até o momento já foram lançados os nomes do vereador Dudu, da militante Joseane Borges e do atual presidente da sigla, deputado Assis Carvalho.

Questionado sobre a quantidade de nomes, Merlong avaliou que a disputa segue tranquila. “O debate não está resvalando para disputas muito severas. Pelo menos até agora não vi nada. É natural. O PT sempre tem disputas internas, são muitas as correntes de pensamento dentro do partido, é um partido que não tem dono, são várias lideranças. Esse aspecto também é positivo”, disse.

Ainda segundo o secretário, a preocupação era um acirramento dentro da sigla em um momento de fragilidade. “A minha preocupação com o processo suscetível é que ele resvalasse com um acirramento muito grande em um momento em que o partido está fragilizado. Se ficar nesse nível de convivência acho que dá para suportar”, finalizou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Dudu diz que não tem medo de "encarar" o deputado Assis Carvalho

Flora Izabel lança Joseane Borges para disputar presidência do PT

Assis recebe aval de aliados do PT e confirma ‘briga’ por diretório