Campo Alegre do Fidalgo - PI

Ministério Público do Piauí denuncia vereador por transporte de eleitores

Segundo a denúncia do MP-PI, o parlamentar realizou o transporte de adolescentes em um veículo próprio para alistamento eleitoral, situação que ofende o princípio da moralidade administrativa.

Fábio Wellington
Teresina
02/09/2020 20h03 - atualizado 20h04

O Ministério Público do Estado do Piauí, através da 2ª promotoria de Justiça de São João do Piauí, ajuizou uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa, na manhã desta quarta-feira (02), contra o vereador Reinaldo Gomes de Morais, do município de Campo Alegre do Fidalgo, acusado de transporte irregular de eleitores.

Segundo a denúncia, o parlamentar realizou o transporte de adolescentes em um veículo próprio para alistamento eleitoral, situação que ofende o princípio da moralidade administrativa e que pode caracterizar ato de improbidade administrativa.

O órgão ministerial alegou que o vereador saiu da zona urbana de Campo Alegre do Fidalgo, pegou os jovens na localidade Baixio, zona rural da cidade, e os levou até o município de São João do Piauí, deixando de cobrar valor que seria referente à passagem. Situação que expõe um possível ato de benefício político.

Ainda de acordo com o Ministério Público, o vereador Reinaldo Gomes foi notificado para que apresente resposta escrita, em 15 dias após recebimento da petição inicial, que poderá ser contestada, a produção de provas, em todos os meios em direito admitidos, em especial o depoimento pessoal do vereador e a oitiva de testemunhas.

Outro lado

O vereador Reinaldo Gomes de Morais não foi localizado pelo GP1.