Teresina - PI

Moradores do Teresina Sul fazem passeata pela morte de Ítalo Rodrigo

A passeata reuniu cerca de 80 pessoas e aconteceu na avenida principal do bairro. Os manifestantes se vestiram de branco e pediram segurança, paz e justiça.

Laura Moura
Teresina
17/07/2019 14h43 - atualizado 14h44

Os moradores do Conjunto Teresina Sul realizaram, na noite desta terça-feira (16), uma passeata com o intuito de pedir justiça pelo assassinato do estudante Ítalo Rodrigo Nascimento Sousa, de 16 anos.

A passeata reuniu cerca de 80 pessoas e aconteceu na avenida principal do bairro. Os manifestantes estavam com balões brancos e cartazes pedindo, além de mais segurança, justiça em relação ao cruel assassinato de Ítalo.

  • Foto: Divulgação/ WhatsappManifestação no Teresina SulManifestação no Teresina Sul

“Foi uma passeata organizada pelos moradores do conjunto. A gente se abala muito porque, como a gente convivia com ele. A informação da manifestação foi dada nos grupos do Whatsapp pelos organizadores, que são os vizinhos e colegas que estudavam com ele”, comentou uma vizinha de Ítalo que não quis se identificar.

Entenda o caso

Ítalo Rodrigo foi encontrado morto, amarrado e amordaçado dentro de casa na manhã de terça-feira (16), no Conjunto Teresina Sul, zona sul de Teresina. A Polícia Civil revelou que a irmã responsável por encontrar o corpo recebeu uma ligação da vítima por volta de 09h. Porém, o teor da conversa ainda não foi divulgado.

Na tarde de ontem, equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP – apreenderam um adolescente de 16 anos acusado de ter assassinado o jovem Ítalo Rodrigo. Ele confessou ter amarrado e cortado o pescoço da vítima.

Acusado diz que realizou desejo de matar

Em entrevista ao GP1, o delegado Danúbio Dias, que está investigando o caso, relatou que o menor planejou todo o crime e que tinha vontade de cometer um homicídio.

“Apuramos que a conversa que eles tiveram na noite anterior já indicaria que possivelmente esse crime aconteceria. As mensagens são bastante claras nesse sentido, que o adolescente apreendido intencionava matar a vítima. Por outro lado, as mensagens também demonstram que a vítima não acreditava que o acusado teria coragem. Ele descreveu a cena vista pelos peritos, ele confessou que amarrou a vítima pelas costas e a golpeou com a faca no pescoço. Questionamos o apreendido e para nossa surpresa ele disse que tinha o desejo de cometer um homicídio. Segundo ele esse desejo era recorrente e viu na vítima a oportunidade de realizar o desejo, pois ele disse que a vítima era uma presa fácil. Em nenhum momento ele apresentou algum sentimento”, informou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Vídeo: acusado de matar adolescente no Teresina Sul ri ao confessar crime

Adolescente diz que realizou desejo ao matar jovem no Teresina Sul

DHPP apreende acusado de amarrar e matar adolescente no Teresina Sul

Adolescente é encontrado morto e amordaçado no Teresina Sul

Mais conteúdo sobre: