Brasil

Morte do cantor Gabriel Diniz resulta em briga política no Twitter

Alguns usuários questionaram o fato do artista ter votado em Jair Bolsonaro para presidente nas eleições de 2018, enquanto outros rebateram essa relação.

Wanessa Gommes
Teresina
27/05/2019 20h32 - atualizado 20h32

A morte do cantor Gabriel Diniz, nesta segunda-feira (27), vítima de acidente aéreo, virou debate político, no Twitter. Alguns usuários questionaram o fato do artista ter votado em Jair Bolsonaro para presidente nas eleições de 2018, enquanto outros rebateram essa relação.

“Mas ele [o cantor] não era Bolsominion?", questionou um rapaz. Outro escreveu: “Gente, Gabriel Diniz não é Bolsonmion”. As duas publicações dão a entender que a morte do cantor não tem importância pelo fato dele ter apoiado Bolsonaro. Um outro comemorou a morte do artista: “Ai gente, ainda bem que foi um bolsominion, desejo isso a todos os eleitores do coiso”.

Já muitos outros criticaram esse tipo de posicionamento. “O cantor Gabriel Diniz morre e, por ter votado em Bolsonaro, estou vendo um show de horrores de esquerdistas aqui! Gente suja, imunda, a carcaça só vive pois não há mais uma pessoa ali, só uma força do mal agindo. Que ele descanse em paz e que Deus conforte a família”, criticou um usuário.

“Eu tô muito mal em saber q esse é o país q eu vivo Gabriel Diniz morre em uma tragédia e as pessoas comemoram pq ele "era bolsominion"”, lamentou outra usuária do twitter.

O acidente

Um avião bimotor em que estavam Gabriel e outras duas pessoas caiu, em uma região de mangue no Sul do estado de Sergipe. Perto do local do acidente foi encontrado o passaporte do artista. A morte do cantor foi confirmada, na tarde de hoje.

Na noite deste domingo (26), ele havia feito um show em Feira de Santana (BA).

Perfil do cantor

Gabriel Diniz tinha 28 anos e nasceu em Campo Grande (MS). Ele foi criado em João Pessoa (PB), onde morava e teve uma banda com amigos da escola. GD, como era conhecido, era um astro do forró, mas transitava bem no sertanejo.

O estouro veio no segundo semestre do ano passado, com "Jenifer", o grande hit do último verão. A música divertida sobre uma mulher encontrada no Tinder foi a primeira de Diniz a chegar ao topo das paradas de todo o Brasil.

Os maiores sucessos anteriores dele eram "Paraquedas", com Jorge e Mateus (18 milhões de visualizações no YouTube) e "Acabou, acabou", com Wesley Safadão (62 milhões). Ele tinha empresários em comum com Safadão.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Cantor Gabriel Diniz morreu no dia do aniversário da namorada

Famosos se despedem e lamentam morte do cantor Gabriel Diniz

Cantor Gabriel Diniz morre aos 28 anos em queda de avião

Mais conteúdo sobre: