Teresina - PI

Motorista de ônibus é detido durante manifestação em Teresina

Conforme Ajuri Dias, presidente do Sintetro, o motorista foi preso por engano.

Fábio Wellington
Teresina
28/10/2020 17h24 - atualizado 17h28

Um motorista foi detido por engano na manhã desta quarta-feira (28), durante atos do movimento grevista que estava sendo realizado na Praça Rio Branco, no Centro de Teresina. Os motoristas e os cobradores de ônibus na capital reivindicam o pagamento do plano de saúde, ticket alimentação e manutenção de salários.

Em entrevista ao GP1, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários do Piauí (Sintetro), Ajuri Dias, contou que o motorista foi preso após ser acusado de depredar um ônibus.

“Durante a manifestação, tivemos um dos nossos companheiros detido. Um policial que estava dentro do ônibus prendeu ele, sob acusação de depredar o veículo. Mas a situação foi resolvida na delegacia”, informou o presidente.

Conforme Ajuri Dias, o motorista foi encaminhado para prestar esclarecimentos no 1º Distrito Policial, só que durante o depoimento das testemunhas foi provado que ele não tinha ligação com o fato. “No depoimento um popular que estava no ônibus relatou ao delegado que quem teria jogado a pedra no ônibus era um morador de rua que estava na praça e não o motorista. Com a inocência provada, ele foi liberado pelo delegado”, finalizou o sindicalista.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sintetro diz que não tem prazo para fim da greve dos motoristas de ônibus

Motoristas de ônibus iniciam 2ª greve em menos de um mês em Teresina

Motoristas de ônibus iniciam nova greve nesta quarta-feira em Teresina