Jerumenha - PI

MP investiga atrasos em salários na prefeitura de Jerumenha

O promotor afirmou que recebeu representação formulada por trabalhadores terceirizados da prefeitura de Jerumenha, informando atrasos de mais de cinco meses nos pagamentos dos salários.

Bárbara Rodrigues
Teresina
21/09/2018 08h24 - atualizado 03/10/2018 08h16

O promotor Márcio Giorgi Carcará Rocha, do Ministério Público do Estado do Piauí, instaurou inquérito civil no dia 10 de setembro com o objetivo de investigar atrasos nos pagamentos dos terceirizados na prefeitura de Jerumenha, que tem Aldara Pinto como gestora.

O promotor afirmou que recebeu representação formulada por trabalhadores terceirizados da prefeitura de Jerumenha, informando atrasos de mais de cinco meses nos pagamentos dos salários.

  • Foto: Facebook/Aldara PintoAldara Pinto, prefeita eleita de JerumenhaAldara Pinto, prefeita eleita de Jerumenha

Além da instauração do inquérito, o promotor pediu que a prefeitura encaminhe a cópia de eventual lei municipal que autorize a contratação de prestadores de serviços, terceirizados ou qualquer tipo de servidor público em caráter temporário ou transitório. Assim como deve encaminhar cópia eventual termo ou compromisso estabelecido junto ao Governo do Estado do Piauí, para verificar se os valores que estão em atraso são de atraso da prefeitura ou do governo.

Ele destacou que é “função do Ministério público de zelar pelo efetivo respeito dos poderes públicos e dos serviços de relevância pública, aos direitos assegurados nesta constituição, promovendo as medidas necessárias à sua garantia”.

Outro lado

A prefeita não foi localizada pelo GP1.