Política

MP investiga licitação da prefeitura de Cabeceiras do Piauí

A portaria nº 06/2018 foi assinada pelo promotor de Justiça Glécio Paulino Setúbal da Cunha e Silva, no dia 24 de janeiro deste ano.

BRUNNO SUÊNIO
DE TERESINA
26/02/2018 08h02 - atualizado 08h04

O Ministério Público do Estado do Piauí abriu procedimento preparatório de inquérito civil para investigar irregularidade em licitação da prefeitura de Cabeceiras do Piauí, na gestão do prefeito José Joaquim. A portaria nº 06/2018 foi assinada pelo promotor de Justiça Glécio Paulino Setúbal da Cunha e Silva, no dia 24 de janeiro deste ano.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1José Joaquim, Prefeito de CabeceirasJosé Joaquim, Prefeito de Cabeceiras

A licitação, alvo da investigação, teve como objetivo a aquisição de gêneros alimentícios em geral para atender as necessidades da Prefeitura de Cabeceiras do Piauí e suas respectivas secretarias, no valor de R$ 370 mil.

Para abrir a investigação, o promotor considerou que “em caso de situações de violação às normas jurídicas por pessoas físicas ou jurídicas, incumbe ao Ministério Público promover o inquérito civil e a ação civil pública para a anulação ou declaração de nulidade de atos lesivos ao patrimônio público ou à moralidade administrativa do Estado ou de Município, de suas administrações indiretas ou fundacionais ou de entidades privadas de que participem”.

Outro lado

Procurado, na tarde desta quinta-feira (22), o prefeito José Joaquim não foi localizado para comentar a investigação. O GP1 está aberto para esclarecimentos.